Foram notificadas 56 mortes pela gripe suína

Piauí Hoje


As secretarias de Saúde do Estado da Bahia anunciaram nesta segunda-feira (3) a confirmação dos primeiros casos de morte pelo vírus influenza A H1N1.Em nota, a Secretaria de Saúde da Bahia informou que um corretor de imóveis de 50 anos, morador de Salvador, morreu no dia 28 de julho. Ele era hipertenso, um dos fatores de risco apontados pelo Ministério da Saúde. "Este fato isolado não configura, no momento, que o vírus da Influenza A (H1N1) esteja circulando em Salvador", disse a secretaria em nota. A Vigilância Epidemiológica investiga a contaminação do paciente e monitora os parentes da vítima. Os exames que atestaram resultado positivo para a nova gripe foram feitos na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. Em Olinda (PE), uma adolescente mineira de 17 anos, que estava em férias em Porto de Galinhas (PE), faleceu no início da manhã de hoje, 15 dias após internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Prontolinda, confirmou nesta tarde a Secretaria de Saúde de Pernambuco. De acordo com a assessoria de imprensa da unidade de saúde, o óbito ocorreu por volta das 5h.Há, em Pernambuco, 34 casos confirmados de pessoas infectadas com o vírus da gripe suína. Segundo a Secretaria de Saúde, nenhum deles apresenta gravidade.O último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde, na sexta-feira (31), informa que foram notificadas 56 mortes pela gripe suína no Brasil até 29 de julho. O número não inclui seis mortes registradas no Rio Grande do Sul na semana passada, quatro mortes divulgadas pelo governo do Rio de Janeiro, dez mortes em São Paulo, divulgadas na última sexta-feira, além das mortes confirmadas no nordeste. Considerando os dados oficiais das secretarias estaduais de saúde, 78 pessoas já morreram devido ao vírus H1N1 no país.

Fonte: UOL

Próxima notícia

Dê sua opinião: