Enem: acertos no gabarito é diferente de nota final; entenda

O gabarito do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dá aos candidatos apenas uma ideia da performance na prova e não sua nota


Caderno de questões ENEM 2016

Caderno de questões ENEM 2016 Foto: Reprodução

O gabarito do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) dá aos candidatos apenas uma ideia da performance na prova e não sua nota. Além de não trazer o resultado da redação, ele vai dar o número absoluto de acertos. A cada um desses acertos vai ser atribuído um peso e uma nota, conforme um modelo chamada Teoria de Resposta ao Item, ou TRI.

Segundo explicou o Portal G1, esta metodologia garante, por exemplo, a equivalência dos testes aplicados nestes sábado (5) e domingo (6) e aquele que será feito nos dias 3 e 4 de dezembro. A TRI é baseada em questões previamente classificadas como fáceis, moderadas e difíceis e no total de acertos que o aluno tem dentro de cada grupo.

Na prova baseada na TRI, as perguntas divididas previamente em diferentes dificuldades permitem um cálculo estatístico e de outras teorias matemáticas aplicadas para que os avaliadores analisem de maneira mais profunda as respostas dos alunos, ainda que em testes de múltipla escolha.

Se eles notam que o aluno errou muitas perguntas consideradas fáceis e acertou muitas difíceis, a metodologia indica que houve chute, fazendo sua média cair. Logo, a nota final passa a depender não só do número de acertos, mas também da dificuldade de cada questão acertada ou errada.

Fonte: Noticias ao Minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: