Você sabe a origem da Black Friday?

A primeira "sexta-feira negra" teria ocorrido em meados de setembro de 1869, através de dois especuladores que teriam, sem sucesso, tentado tomar o mercado


Black-friday-roupas-femininas

Black-friday-roupas-femininas Foto: Divulgação

Black Friday: roupas femininas com grandes descontos, peças masculinas por preços arrebatadores e artigos jeans para o ano inteiro, são algumas das coisas que as pessoas mais procuram durante a sexta-feira mais aguardada do ano.

A Black Friday ficou famosa no Brasil há poucos anos. O evento, que surgiu tímido, tomou conta de nossas vidas e tornou-se parada obrigatória de todos os consumidores.

Você sabe, no entanto, qual é a origem desta "queima" de estoque? Se ainda não, este artigo foi feito para sanar as suas dúvidas – e para brindá-lo com algumas curiosidades interessantes. Confira!

Black Friday: entenda o nome

O termo "Black Friday" é um pouco controverso. Há quem diga que é um resultado da apropriação de uma gíria policial, mas a teoria mais aceita é de que o termo veio de um evento bem diferente.

A primeira "sexta-feira negra" teria ocorrido em meados de setembro de 1869, através de dois especuladores que teriam, sem sucesso, tentado tomar o mercado de ouro da bolsa de Nova Iorque.

Para conter o problema, o governo teria elevado a oferta das matérias-primas, fazendo com que os investidores perdessem muito dinheiro. O dia, então, teria sido apelidado de Black Friday.

Como ela surgiu?

A Black Friday acontece tradicionalmente na sexta-feira antes da Ação de Graças, uma das datas mais especiais para os norte-americanos.

O evento surgiu para dar gás às vendas de final de ano, permitindo que as empresas varejistas "limpassem" os seus estoques e se preparassem para um novo momento de compras.

Durante a sexta-feira mais aguardada do ano, é possível comprar produtos e contratar serviços com vantagens realmente significativas. Não há regra para a diminuição dos preços: cada loja diminui a porcentagem que acredita ser adequada.

Em geral, pode-se dizer que as vantagens incluem comprar produtos com descontos de 10% a incríveis 90%. Para adquirir as peças mais em conta, é claro, o consumidor precisa ser o primeiro a chegar.

Na Black Friday, não é incomum que os estoques das lojas "desapareçam" depressa. Se isso não acontece, há apenas uma certeza: eles certamente não durarão até o final da Cyber Monday, que ocorre na segunda-feira seguinte.

A Cyber Monday, aliás, foi criada para dar ainda mais fôlego à Black Friday e as compras online. Este evento, que ainda não tem a mesma popularidade da sexta-feira célebre, visa aquecer o mercado das compras online.

Para participar da Cyber Monday (e finalizar os seus dias de vendas intensas), as lojas oferecem preços baixos através de suas lojas virtuais.

Nesse dia, não é incomum que o consumidor encontre promoções para comprar duas ou três peças com descontos progressivos, que receba frete grátis em compras a partir de determinados preços, etc.

E no Brasil?

A primeira Black Friday do Brasil ocorreu apenas em 2010. Começou tímida, como era de se imaginar, e contou com a participação de poucas lojas. As vendas foram feitas exclusivamente online, para que o cliente compreendesse melhor o funcionamento da data.

Em seu primeiro ano, a Black Friday obteve faturamento de aproximadamente 3 milhões de reais em e-commerces. Foi uma boa marca, embora os resultados do ano seguinte tenham sido excepcionais.

Em 2011, as lojas faturaram cerca de 100 milhões de reais. E os números só cresceram: em 2012, o faturamento foi de 243 milhões; em 2013, de 770 milhões.
Em 2014, a Black Friday foi responsável por um faturamento de mais de um bilhão de reais. Os dois bilhões só chegaram em 2017. Impressionante, não é verdade?


Quais são os produtos mais vendidos durante a Black Friday?

Em geral, existe uma predileção por aparelhos eletrônicos, como computadores, smartphones e videogames, eletrodomésticos e, claro, roupas e acessórios.

A dica de ouro é sempre a mesma: para ter a chance de renovar o armário e de adquirir peças de excelente procedência e beleza rara por valores que cabem no bolso, seja o primeiro a chegar.

Como a Black Friday é um evento de proporções astronômicas (sem exageros!), o número de interessados cresce a cada ano. Assim, é inevitável que o estoque acabe, como já comentamos, e cada vez mais cedo.

Nesse ínterim, as peças mais em conta são vendidas bem antes que as demais. Para comprar com muita vantagem, não deixe para depois!

Fonte: Piauihoje

Próxima notícia

Dê sua opinião: