VIDEOCONFERÊNCIA

Setor produtivo se reúne com prefeito para avaliar crise do Coronavírus

O principal objetivo foi conhecer os problemas locais relacionados à pandemia e buscar soluções


Videoconferência

Videoconferência Foto: Divulgação

Diante dos impactos da pandemia do coronavírus (Covid-19) na construção civil, setor industrial e no mercado imobiliário, representantes do Centro das Indústrias do Piauí (CIEPI) e do Sindicato da Indústria da Construção Civil de Teresina (Sinduscon) realizaram nesta terça-feira (25) reunião virtual com o prefeito da capital Firmino Filho.

O principal objetivo foi conhecer os problemas locais relacionados à pandemia e buscar soluções para atenuar os efeitos sociais e econômicos da presente crise no setor. De acordo com o presidente do Sinduscon, Francisco Reinaldo, a crise traz problemas de curto e longo prazos para o setor produtivo do Piauí. “Na verdade, havíamos nos antecipado à medida da Prefeitura de parar. Paramos um pouco antes. Mas precisamos entender efetivamente o cenário e os reais riscos. O objetivo é que, com serenidade, ao final da crise o setor não saia ainda mais prejudicado, afinal saímos de outra crise recente”, afirmou.

As atividades do setor da construção civil estão suspensas até o dia 13 de abril em Teresina. “Precisamos analisar os aspectos que estão por vir em consequência dessa crise. Daqui uma semana será tempo mais que suficiente para entender melhor o cenário. Buscamos o retorno às atividades, mas tomando os cuidados necessários.  Nosso objetivo é manter o diálogo, chegar a um bom termo para a retomada da atividade econômica”, destacou Francisco Reinaldo, presidente do Sinduscon Teresina.

Andrade Júnior, presidente do CIEPI, reforça que a pandemia deve ser sim tratada com toda a seriedade, e que o isolamento foi necessário neste primeiro momento para chamar a atenção de toda a sociedade aos cuidados que devem ser implementados no dia a dia.

“O decreto que suspendeu praticamente todas as atividades produtivas de nossa cidade surtiu efeito, todavia, reforçamos ao prefeito Firmino Filho, que talvez já seja hora de pensar em uma data final para essa quarentena. Neste cenário, continuaremos com o isolamento das pessoas com idade acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas, já os demais voltariam para suas atividades. Nas empresas, seria reforçado com ainda mais rigor e extrema disciplina, cuidados no convívio dos trabalhadores”, externou o gestor.

O setor da construção civil possui poder de capitalização de empregos, por que impacta outros 62 segmentos que podem irrigar a economia. O segmento emprega mais de 2 milhões de trabalhadores diretamente e envolve em torno de 4 milhões de forma indireta em todo o Brasil.

Fonte: Iconenoticia

Próxima notícia

Dê sua opinião: