EVENTO

Emater realiza III Encontro Estadual do Programa Água Doce

A vice-governadora do estado do Piauí, Regina Sousa, falou sobre a relevância de discussões sobre o acesso à água.


Seminário

Seminário Foto: Ascom

Durante todo o dia de hoje (10) e a manhã desta quinta-feira (11) no auditório do Real Palace Hotel acontece o III Encontro Estadual do Programa Água Doce (PAD). O objetivo do encontro é discutir as ações do programa no Estado e propor novas metas para a universalização da água de qualidade para a população do semiárido cristalino piauiense.

O PAD é fruto de uma parceria entre o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Piauí (Emater) com o Ministério do Desenvolvimento Regional, Governo do Estado e prefeituras. O objetivo do programa é a instalação de sistemas de dessalinização que atuam na purificação da água em comunidades rurais que normalmente utilizam água salobra retirada de poços para o consumo. No Piauí, atuando desde 2013, está prevista pela coordenação do Água Doce a instalação de 67 sistemas de dessalinização oriundos de um investimento de R$ 13 milhões.

A vice-governadora do estado do Piauí, Regina Sousa, falou sobre a relevância de discussões sobre o acesso à água.

"Todo mundo sabe que no semiárido brasileiro a água é escassa. Então, todo evento que venha a discutir a situação do abastecimento de água e as soluções para esse problema, é importante. Esse já é o terceiro encontro e discute exatamente esse ponto. O certo é termos soluções criativas como a dessalinização para que as pessoas tenham condições de prosperar", ressaltou

No Estado, o Programa atende os territórios da Serra da Capivara, Vale do Rio Itaim, Vale Rio do Canindé, Vale do Rio Piauí e Itaueira e Vale do Rio Guaribas.

Francisco Guedes, diretor-geral do Emater, órgão responsável pela coordenação da execução do PAD, comentou a importância do investimento no projeto.

"Esse programa é de extrema importância para as comunidades rurais. Nós temos o compromisso com a atual gestão do Governador Wellington Dias, que nos passou como vertente a necessidade de contribuirmos para aumentar o IDH dos municípios piauienses e isso não é possível sem dar as condições mínimas aos moradores dessas comunidades", afirmou.

O diretor de Recursos Hídricos e Revitalização de Bacias Hidrográficas do Ministério do Desenvolvimento Regional e Coordenador Nacional do Programa Água Doce, Renato Saraiva, participa do encontro e comentou sobre os avanços do PAD no Piauí.

"Temos um compromisso entre o Ministério do Desenvolvimento Regional e o Emater para a implantação de 67 sistemas, até o momento já temos 44 obras executadas e agora é a fase de implantação dos equipamentos. Esse evento tem a função de trazer o tema da dessalinização e esses sistemas como mais uma fonte de acesso à água de qualidade nessas comunidades", destacou.

Aproximadamente 100 pessoas acompanharam, ainda durante a solenidade de abertura do encontro, a assinatura de dois acordos de gestão de sistemas referentes as comunidades Minador, em São Francisco de Assis do Piauí, e Baraúnas, em Acauã.

Célia Torres, uma das beneficiadas pelo programa, moradora da comunidade Pé do Morro, no município de Campo Alegre, falou sobre as melhorias que o Água Doce trouxe a vida da população.

"O abastecimento na minha comunidade começou há pouco e melhorou muito a nossa qualidade de vida, porque tinha muita gente que sentia problema de estomago, fazia cirurgia de vesícula e com o sistema esse problema diminuiu. Hoje, se eu tomar uma água diferente, eu já me sinto mal", destacou.

Representantes das secretarias municipais de educação e saúde estiveram presentes para discutir ações do PAD dentro das instituições geridas pelas prefeituras. O coordenador estadual do Água Doce, Adalberto do Nascimento, alertou para a importância de alinhamento com estas instituições.

"O que nós queremos garantir é que nenhuma escola, posto de saúde ou hospital receba água de má qualidade. Queremos ter a certeza que estaremos atendendo bem a cada uma dessas comunidades", concluiu.

O evento ainda contará com um curso para os operadores dos sistemas de dessalinização, e mesas redondas que acontecerão na manhã desta quinta-feira (11) com representantes das comunidades beneficiadas.

Fonte: Ascom Emater

Próxima notícia

Dê sua opinião: