EVENTO

- “Cultura em casa” abre o mês de agosto com live de Edvaldo Nascimento, Assis Bezerra

"Cultura em casa" abre o mês de agosto com live de Edvaldo Nascimento, Assis Bezerra e Quarteto Labacé"


Evento

Evento Foto: Divulgação

O projeto Cultura em casa continua levando música e cultura piauiense por meio de lives no Theatro 4 de Setembro. Nesta quinta-feira (06)  tem o rock de Edvaldo Nascimento e a mistura de ritmos de Assis Bezerra e o Quarteto Labacé. A live começa às 18 horas e será transmitida nas redes sociais do Governo do Estado e da Secretaria Estadual de Cultura (SECULT).

Edvaldo Nascimento é compositor, intérprete, arranjador e produtor cultural. No repertório, tem mais de 200 músicas autorais e foi um dos responsáveis pela abertura da cena musical do rock em Teresina.

Em seu último trabalho, "Rock en La montañesa", resultante de uma temporada de shows na Europa, o cantor mostra o diferencial e a influência rítmica adquirida nesta fase de sua carreira, bem como o pioneirismo ao se lançar com uma nova mídia, o EP- Extension Play (uma gravação em disco de vinil, formato digital, ou CD, que é longa demais para ser considerado um single e muito curta para ser classificada como um álbum musical).

Assis Bezerra é músico instrumentista, cantor, compositor, arranjador e professor de música. Com 30 anos de carreira, gravou diversos  discos voltados ao reggae e o afoxé, e foi um dos precursores da música afro no Piauí.

Este ano, Assis Bezerra se uniu aos músicos Pedro Ben, Chico Nascimento e Lucas Rolim, com o projeto "Labacé", voltado à guitarrada, carimbó, lambada e baião. A desenvoltura e o conjunto de influências permeiam a musicalidade do grupo e o ativismo pelos ritmos e gêneros regionais brasileiros.

O Projeto Cultura em Casa tem como objetivo valorizar, apoiar, promover e divulgar as manifestações culturais piauienses, a fim de ajudar a classe artística que, neste momento de pandemia, estão impossibilitados de realizarem eventos presenciais. Durante os shows também são arrecadadas doações por meio de QR-Code.

O projeto é realizado pelo Instituto Piauí Gestão, com apoio do Governo do Estado do Piauí, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Coordenadoria de Comunicação (CCOM).

Fonte: Ascom Secult

Próxima notícia

Dê sua opinião: