Show

Espetáculo Ombela e sarau "O Poeta e Sua Hora" são destaques no FestLuso

A peça é realizada pelo grupo pernambucano O Poste e encerra o Festival neste sábado


Espetáculo

Espetáculo Foto: Ascom

A escrita sensível do angolano Manoel Rui resultou no espetáculo "Ombela" que será apresentado neste sábado (31), no Theatro 4 de Setembro, às 20h30, na programação do Festival de Teatro Lusófono (FestLuso). A entrada é gratuita. O festival reúne espetáculos de cinco países da língua portuguesa e promove lançamento de livros, oficinas, shows e mesas de conversas. O evento vai até este sábado (31), com atividades no Theatro 4 de Setembro, Clube dos Diários e Teatro João Paulo II.

A peça é realizada pelo grupo pernambucano O Poste e tem direção e encenação de Samuel Santos. Envolto numa espécie de atmosfera mágica, o espetáculo provoca reflexões étnicas a respeito da cultura africana no Brasil, ao mesmo tempo que resgata a poesia que, de certa forma, foi deixada de lado no teatro. Sob o comando do diretor Samuel Santos, as atrizes Agrinez Melo e Naná Sodré encarnam no palco duas gotas de chuva que se transformam em entidades. Através dessa personificação, as personagens inventam rios e desdobram-se ao som do vento e, a cada gota, fazem nascer ou morrer coisas, gente e sentimentos. A ideia é utilizar a água como mote para despertar na plateia o resgate de nossa ancestralidade e também para questionar: “quem somos nós e para onde vamos”

O Poeta e Sua Hora

Uma edição especial do sarau poético "O Poeta e Sua Hora" acontecerá neste sábado (31), a partir das 22 horas, no Espaço Trilhos. Com a temática "o que quer, o que pode está língua", lembrando a canção de Caetano Veloso, os organizadores vão homenagear a língua portuguesa. Participam do sarau os Poetas Durvalino Filho, Lucas Rolim, Feliciano Bezerra, Rubinho Figueiredo e convidados. Em seguida haverá a festa da lusofonia com a banda "Os Faustinos", homenageando a música brasileira.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: