Corpo de Dona Petinha é sepultado sob aplausos em Oeiras

O Governo do Piauí emitiu nota de pesar pela morte de Dona Petinha


Dona Petinha com alunos do curso de bandolim

Dona Petinha com alunos do curso de bandolim Foto: Reprodução

A musicista Petrolina Rego Amorim, Dona Petinha, fundadora e líder do grupo Bandolins de Oeiras, que faleceu na sexta-feira (4), no Hospital Regional Deolindo Couto, foi sepultada na manhã de sábado (5) e foi acompanhado por parentes, admiradores e ex-alunos da bandolinista.

Alunos da Escola de Bandolins Dona Petinha fizeram uma homenagem à “mestra” durante o velório.

O Governo do Estado do Piauí emitiu nota de pesar pela morte de uma das fundadoras do Bandolins de Oeiras.

Os Bandolins de Oeiras
Bandolins de Oeiras 
                                     [Foto: Arquivo pessoal]

A nota lamenta a morte de Dona Petinha: 

Veja nota:

O Governo do Estado do Piauí vem a público manifestar o mais profundo pesar pelo falecimento, na tarde desta sexta-feira (4), de Petronília do Rego Amorim, a Dona Petinha, aos 97 anos. Exímia bandolinista piauiense, Dona Petinha prestou relevantes serviços à cultura popular do Piauí, por diversos anos, levando os bandolins de Oeiras a vários palcos e programas de televisão pelo país. Ela foi homenageada, ainda em vida, dando seu nome a Escola Estadual de Bandolins Dona Petinha, inaugurada em 2016, e que funciona no Sobrado Major Selemérico, em Oeiras. Neste momento de luto, o Governo do Estado do Piauí presta condolências aos familiares, amigos e à sociedade oeirense. 

Fonte: Redação

Próxima notícia

Dê sua opinião: