Venezuelanos esmolam nas ruas do Centro de Teresina

Uma caravana de 60 venezuelanos desembarcou no domingo (12) em Teresina


Venezuelanos ocupa praça em Teresina

Venezuelanos ocupa praça em Teresina Foto: Reprodução/G1PI

Uma caravana de 60 venezuelanos desembarcou no domingo (12) em Teresina e acampou na praça da Rodoviária Rural, localizada no Centro de Teresina em frente ao Estádio Lindolfo Monteiro, no Centro da capital piauiense. Dados da  Agência das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) apontavam que até março deste ano,  240 mil venezuelanos entraram no Brasil, a maioria pelo estado de Roraima.

São 50 adultos e dez crianças, inclusive bebês com meses de nascidos, da  tribo Warao, que viviam da pesca e da agricultura em Tucupita, no Delta Amacuro, estado da região Leste da Venezuela.

"Deixamos pai e mãe e outros familiares. Saímos da Venezuela porque estávamos passando fome, sem emprego, sem roupas, estávamos passando necessidade, as crianças com fome, tudo por conta da crise, as pessoas morrendo. Por isso entramos no Brasil e agora estamos aqui", contou um senhor venezuelano.

As famílias conseguiram alugar uma casa nas proximidades da praça. Os venezuelanos pedem esmolas nos semáforos e no comércio, principalmente em lotéricas do Centro. O pouco que conseguem ganhar aqui no Brasil eles enviam para parentes na Venezuela.

Mãe venezuelana com filhos na porta de loteria
Mãe venezuelana com filhos na porta de casa lotérica em Teresina   [Foto: Maria Romero/G1 PI] 

Fonte: Da Redação

Próxima notícia

Dê sua opinião: