RELATÓRIO

Sindicato diz que frota de ônibus foi reduzida em 20% em Teresina

A Strans não reconhece o relatório elaborado pelo Sintetro


Usuários aguardando o ônibus na avenida Frei Serafim

Usuários aguardando o ônibus na avenida Frei Serafim Foto: Alinny Maria/Piauí Hoje

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro) divulgou um relatório que revela uma diminuição na quantidade de ônibus que circulam em Teresina. Segundo o relatório, a frota da capital está funcionando com 20% a menos que a quantidade licitada.

O relatório aponta que a zona Sul de Teresina foi a mais prejudicada, pois houve a redução de 20 ônibus, passado de 140 para 120 veículos. Em seguida está a zona Leste, que tinha 112 veículos e o número foi reduzido para 98. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) não reconhece os dados.

De qualquer maneira os usuários do transporte público da capital sentem a demora dos ônibus e a lotação nos horários de pico. A estudante Helen Nascimento diz que antigamente pegava o ônibus às 6h20 para ir à aula, mas não passa mais nenhum ônibus neste horário. "Eu moro na região do Porto Alegre e eu pegava o ônibus sempre às 6h20. No primeiro dia imaginei que o ônibus estava atrasado, mas ao longo da semana ele só passava às 6h45 e eu chegando atrasada na aula. Tive que começar a acordar mais cedo e pegar o de 6h, que vai lotado", diz Helen.


Próxima notícia

Dê sua opinião: