ESTÍMULO

Secretário pede que população de Teresina não dê esmolas aos venezuelanos

Samuel Silveira diz que não teresinense não pode fortalecer a mendicância


Venezuelanos pedem esmola em Teresina

Venezuelanos pedem esmola em Teresina Foto: Paulo Pincel

O secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi), Samuel Silveira, em entrevista nesta terça-feiras (18), pediu que a população de Teresina não dê esmolas. E fez referência ao grande número de venezuelanos esmolando nas ruas e avenidas da capital.

O secretário adiantou que representantes do Ministério da Cidadania e da Organização das Nações Unidas (ONU) deve vir ao Piauí para avaliar a situação dos venezuelanos. O Governo do Piauístado vai estruturar quatro abrigos na capital para acolher essas famílias. “A prefeitura faz o acompanhamento psicossocial e gestão dos abrigos”, disse Samuel.

A esmola, porém, foi duramente criticada na entrevista de Samuel Silveira à TV Cidade Verde. “Nós não podemos fortalecer a mendicância, independente de qualquer contexto, de qualquer peculiaridade das culturas desses nossos irmãos venezuelanos que chegam a nossa cidade. A esmola contraria toda a organização que estamos querendo fazer para acolher sem ferir a legislação do nosso país. É sabido por todos que esta situação e crianças em sinais vai de encontro, contraria a nossa legislação”, adiantando que os Conselhos Tutelares vão fortalecer o monitoramento dessas crianças nas ruas.

Fonte: TV Cidade Verde

Próxima notícia

Dê sua opinião: