DIA DO ADVOGADO(A)

OAB Piauí parabeniza toda a Advocacia e ressalta o valor da solidariedade

Durante todo o ano – e notadamente neste período da pandemia (de meados de março até aqui) –, a OAB do Piauí muito realizou


Dia do advogado

Dia do advogado Foto: Divulgação

No dia 11 de Agosto, data em que é comemorado o Dia da Advocacia, a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, parabeniza todas as Advogadas e Advogados piauienses. No Piauí, cerca de 15 mil contribuem pela Defesa do Estado Democrático de Direito, sobretudo defendem os interesses mais caros dos cidadãos, fazendo prevalecer o acesso à Justiça.

O Presidente da OAB Piauí, Celso Barros Coelho Neto, reforça o primordial papel da Advocacia perante à Justiça e à sociedade. Confira abaixo o artigo do Presidente para todos os Advogados e Advogadas neste dia:

“ADVOCACIA: INDISPENSÁVEL À JUSTIÇA, ESSENCIAL EM TODOS OS TEMPOS”

Somos mais viris quando a nossa posse fundamental é a alegria e quando o pesar é superficial, sendo o louvor a pulsação permanente da alma!

Por isso, este dia 11 de agosto, dia da Advogada e do Advogado, é o momento para boas reflexões, para celebrarmos a vida e fazermos preces em memória dos que nos deixaram nesta terrível pandemia que assola o Mundo, o País e o nosso Estado.

Durante todo o ano – e notadamente neste período da pandemia (de meados de março até aqui) –, a OAB do Piauí muito realizou, ainda que em regime de teletrabalho e com a imposição de isolamentos sociais, cumprindo o seu papel de defesa intransigente da Advocacia e da sociedade, começando com o reconhecimento pelo Governo do Estado de que a Advocacia é função essencial.

Foram empreendidas ações de cidadania, tais como: doações de alimentos a pessoas carentes; campanha de doação de sangue idealizada pela OAB Piauí com a adesão de outros 20 Conselhos profissionais; atuação na defesa dos consumidores contra a alta abusiva de preços; apoio às leis que reduziram a carga tributária em produtos essenciais; ações junto ao governo do Estado e às prefeituras cobrando medidas e políticas públicas em saúde, educação, segurança, concursos públicos, gastos públicos, sistema prisional, funcionamento de templos religiosos, transportes, pessoas com deficiência, pessoas com doenças crônicas, menores carentes, e tantas outras ações, em Teresina e nos demais municípios, por meio das Subseções da OAB (regionais de Água Branca, Barras, Bom Jesus, Campo Maior, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Picos, Piripiri, São Raimundo Nonato, Valença e Uruçuí).

Agimos, desde sempre, junto ao Poder Judiciário, compreendendo as limitações humanas, porém confiantes nas facilidades tecnológicas. Interagimos com representantes do Judiciário estadual, federal e do trabalho, salientando sempre a necessidade de continuidade dos serviços da Justiça e do atendimento virtual aos jurisdicionados, por meio dos seus Advogados e Advogadas, quer em audiências virtuais ou em despachos virtuais.

Além disso, a OAB Piauí vem intermediando o recebimento de alvarás judiciais, fez vistorias nas penitenciárias e nas delegacias e não descuidou da defesa das prerrogativas da Advocacia, tendo, nesse período, representado duramente autoridades públicas que teimam em desrespeitar a nossa Classe.

Estamos com campanha em cerca de 30 rádios espalhadas por todo o Piauí, voltada para a sociedade piauiense, divulgando a importância de se contratar um Advogado ou uma Advogada. Como há restrições na publicidade pelos profissionais, a própria OAB Piauí encampa essa relevante campanha, destacando a Advocacia como profissão essencial à sociedade.

Quanto à cultura (uma das maiores virtudes da Advocacia) entendemos que, nesse período, deveríamos reforçar as nossas investidas, conclamando os quase 15.000 inscritos na OAB Piauí a se qualificarem. Para tanto, lançamos uma infinidade de cursos e, de forma pioneira, disponibilizamos duas pós graduações gratuitas para cerca de 4000 Advogadas e Advogados piauienses, que estão se qualificando a partir desse projeto cultural, o maior de todo o sistema OAB na atualidade.

Hoje, a Advocacia moderna não requer do profissional tão-somente intimidade com a parafernália tecnológica para, por exemplo, estar em dia com as novidades do processamento eletrônico. A Advocacia moderna está a exigir da Classe intensa qualificação e especialidade, a fim de que possam se sobrepor às dificuldades e às vicissitudes que grassam no cotidiano forense.

Daí porque a OAB Piauí não parou! Muito pelo contrário, continuou a agir na defesa da Advocacia e na universalização da solidariedade!

Sigamos firmes e solidários. Vamos vencer esta guerra!

CELSO BARROS COELHO NETO

Fonte: Ascom OAB

Próxima notícia

Dê sua opinião: