Fundação BB e Prefeitura lançam projeto de desenvolvimento da agricultura agroecológica

O convênio de cooperação financeira vai receber o investimento social de R$ 2,3 milhões, sendo R$ 2 milhões da Fundação BB, e o restante de contrapartida da Pre


Agricultura agroecológica

Agricultura agroecológica Foto: MDA

 Na  próxima sexta-feira (29), a Fundação Banco do Brasil e a Prefeitura de Teresina (PI) vão lançar o projeto "Apoio ao Desenvolvimento da Agricultura Agroecológica e Produção Orgânica de Hortaliças", na capital piauiense. O evento será realizado no salão nobre da Prefeitura, às 11 horas,  com a presença do presidente da Fundação BB, Asclepius Soares, do diretor de Governo do Banco do Brasil, Ênio Mathias Ferreira e de representantes da Prefeitura de Teresina e de horticultores beneficiados.

O convênio de cooperação financeira vai receber o investimento social de R$ 2,3 milhões, sendo R$ 2 milhões da Fundação BB, e o restante de contrapartida da Prefeitura de Teresina. O projeto será executado pela Superintendência de Desenvolvimento Rural de Teresina e vai atender cerca de 1,4 mil agricultores familiares.

O objetivo do projeto é promover o desenvolvimento da agroecologia e produção orgânica de hortaliças, do cultivo de arroz, feijão, milho, mandioca, além da oferta de composto orgânico, comercialização de hortaliças sanitizadas, higienizadas e padronizadas, contribuindo para a melhoria do padrão alimentar, nutricional e renda das famílias.  

Os recursos financeiros serão investidos  na compra de equipamentos (trator agrícola, caçambas, caminhão, triciclos com baú isotérmico/refrigerado), compostador de resíduos orgânicos, além de usina de processamento de coco verde, aquisição de sementes de hortaliças, de materiais de higiene, limpeza, embalagens, compra de adubo orgânico e a realização de cursos na área de higienização e sanitização, de agroecologia e produção orgânica.

Investimento social no estado do Piauí

Nos últimos 10 anos, a Fundação Banco do Brasil investiu cerca de R$ 56,4 milhões no estado do Piauí. Foram 249 projetos executados, em 101 municípios e 104,7 mil pessoas atendidas. Na capital Teresina, de 2009 até 2019, a Fundação Banco do Brasil aportou R$ 28,4 milhões em 27 projetos e cerca de 5 mil pessoas foram beneficiadas.

No estado, o maior investimento foi na construção de cisternas de água de beber e de produção. Foram R$ 33,5 milhões investidos para garantir o acesso a água para 1,4 mil famílias. O programa AABB Comunidade, que atende crianças e adolescentes no contraturno escolar, recebeu R$ 4.5 milhões e atendeu 12,6 mil estudantes. Foi o segundo maior investimento da FBB no estado do Piauí. As cadeias de produção de mel e caju, também receberam aporte de R$ 1.7 milhões e R$ 700 mil, atendendo 4.6 mil participantes.  

Serviço: 

Fonte: Assessoria de Comunicação da Fundação BB

Próxima notícia

Dê sua opinião: