ATITUDE

Construtora reduz resíduos gerados em suas obras e incentiva o plantio de árvores

No Piauí, paralela à construção do seu primeiro condomínio na região, o Parque Terrazzo Poti, a construtora realizou o plantio de 11 árvores


Plantio de árvores mrv

Plantio de árvores mrv Foto: Divulgação

A MRV, plataforma de soluções habitacionais, preocupada com a sustentabilidade em seus canteiros de obra, reduziu a geração de resíduos em 3,29% somente em 2019. Este número vem somar os mais de 35% que a empresa conseguiu reduzir nos últimos três anos com o aprimoramento de seus processos construtivos cada vez mais modernos e industrializados. Outro dado relevante são os números de plantios de árvores realizada pela companhia que somaram, de janeiro a dezembro de 2019, 162.560 mudas.

 No Piauí, paralela à construção do seu primeiro condomínio na região, o Parque Terrazzo Poti, a construtora realizou o plantio de 11 árvores. O plantio é realizado pela MRV desde 2010 e 1.403.347 foram semeadas em diversas partes do país, sempre com o cuidado de privilegiar as espécies nativas adequadas ao clima e solo das cidades onde ocorrem os plantios.

 Signatária do Pacto Global, essas ações fazem parte da “Visão 2030 MRV”, estudo desenvolvido pela companhia sobre suas atividades que se relacionam com a Agenda 2030 proposta pela ONU, em que se compromete a desenvolver iniciativas que contribuam para a implementação de ações que atendam os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

 Sobre a MRV

Ao longo de 40 anos de história transformando a vida de milhares de pessoas por meio da casa própria, a MRV, maior construtora da América Latina, se tornou uma plataforma de soluções habitacionais capaz de fornecer a opção de moradia que melhor se adapte ao momento na vida dos brasileiros, seja  com a aquisição de apartamentos prontos ou na planta, pela  compra de um terreno em loteamentos completamente urbanizados pela Urba, ou mesmo alugando imóveis especialmente pensados, com inúmeros serviços, pela sua startup Luggo, totalmente digital e sem burocracia.

 

Fonte: Icone Comunicação

Próxima notícia

Dê sua opinião: