João de Deus, o "médium" dos chiques, vira réu por abusos sexuais

Ele está preso no Núcleo de Custódia e nega as acusações; polícia faz novo interrogatório sobre crime de posse de arma de fogo


João de Deus

João de Deus Foto: © Marcelo Camargo / Agência Brasil

A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos aceitou nesta quarta (9) a denúncia contra o médium João de Deus e ele passa a ser réu pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual em Abadiânia.  Segundo o G1, o advogado de defesa do médium ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Ele está preso no Núcleo de Custódia, nega as acusações e está sendo ouvido pela Polícia Civil dentro do presídio sobre crime de posse de arma de fogo. João de Deus, de 76 anos, já teve prisão decretada por esse crime e, neste caso, a Justiça determinou prisão domiciliar. O Ministério Público do Estado de Goiás recorreu desta decisão e o Tribunal de Justiça ainda não havia decidido sobre o caso até às 10h40 desta quarta-feira.

Fonte: G1

Próxima notícia

Dê sua opinião: