PUNIÇÃO

Advogado Waldih Damous quer que Moro e Dallagnol paguem pelos crimes que cometeram

Moro e Dallgnol são acusados de forjar provas para condenar perseguidos pela Lava Jato; operação causou 4,2 milhões de desemprego


Waldir Damous: Moro e Dallagnos corromperam o Judiciário

Waldir Damous: Moro e Dallagnos corromperam o Judiciário Foto:

247 - O candidato a deputado federal Wadih Damous (PT-RJ), ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Rio de Janeiro (OAB-RJ), afirmou que, se for eleito, vai trabalhar para a aplicação de punições ao ex-juiz Sergio Moro (União Brasil-PR) e ao ex-procurador Deltan Dallagnol (Podemos-PR) - os dois atuavam na antiga Operação Lava Jato.

"Moro e Dallagnol tiraram Lula em 2018 com um golpe! Montaram uma farsa e agiram na ilegalidade. O Brasil perdeu empresas gigantes, o desemprego disparou e o povo pobre que sofreu. Eleito deputado federal, um dos meus objetivos é fazer esse dois pagarem cada centavo! E farei!", escreveu.

Moro e Fallagnol, que criminalizavam a política e os políticos mudaram de ideia muito tápido. Hoje, Moro é candidato ao Senado e Dallagnol à Câmara dos Deputados pelo Paraná.

Veja também:

Justificativa de ausência na votação pode ser enviada online

TSE oferece "cola" para facilitar vida do eleitor

Piauí não terá Lei Seca e venda de bebidas está liberada nas eleições 2022

Fonte: Brasil 247

Próxima notícia

Dê sua opinião: