Lives do conhecimento
CAMPANHA

Lançamento da CAMPANHA 16 DIAS DE ATIVISMO

Na programação do 16 Dias de Ativismo, na abertura teremos a participação dos parceiros e no período da campanha


Campanha

Campanha Foto: Divulgação

A Coordenadoria de Estado de Políticas Públicas para as Mulheres- CEPM/PI realizará a abertura da campanha 16 DIAS DE ATIVISMO- PELA NÃO VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER, no dia 20 de novembro, às 10h, via zoom com transmissão no facebook . A solenidade acontece no Dia Nacional da Consciência Negra, e encerra dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos.
No Piauí, o período da campanha é construído com ações da CEPM junto a órgãos setoriais como Secretária de Segurança-SPP, Secretária de Saúde- SESAP, Centro de Referência Francisca Trindade, Casa Abrigo, Ordem dos advogados-OAB/PI, Secretaria da Assistência Social trabalho e direitos humanos- SASC, Ministério Público- MP, movimento sociais. Durante o período da campanha será realizado ações informativas sobre a violência doméstica tendo como o foco reflexões para prevenir o feminicído no Estado do Piauí.
Na programação do 16 Dias de Ativismo, na abertura teremos a participação dos parceiros e no período da campanha, a Live: Mulheres Negras e o Feminicídio, os webinários: “As diferentes perspectivas sobre violência contra a mulher”, Violência de gênero na Política: Projeto de Lei e Direitos Humanos e as mulheres encarceradas, com participação gratuitas para o público geral, bem como, emissão certificados.
16 Dias de Ativismo são ações contra as Violências de Gênero, resultado de uma mobilização global para combater a violência contra as mulheres. A CEPM/PI busca conscientizar mulheres e homens que é possível prevenir as violências de gênero através da informação, ampliação dos serviços públicos de assistência as mulheres em situação de violência e mudança coletiva nas ações e falas

Segundo o Atlas 2020, 89,6% das mulheres que morrem no Piauí são negras, contra 10,4% que são não-negras, demonstrando que o Piauí está entre os estados cujas mortes da população negra sofreu um aumento considerável. Apesar das mulheres negras terem sido incorporadas às novas políticas públicas para atividades produtivas, as relações de poder entre mulheres e homens e entre mulheres brancas e mulheres negras nestes espaços não têm demonstrado uma mudança significativamente.
A campanha também dialoga diretamente com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas para atingir a Agenda 2030, em especial o ODS 5: Igualdade de Gênero. Além de se relacionar com outros ODS, são eles:3 Saúde e Bem Estar e 1 Erradicação da Pobreza. Cada ODS é ligado entre si em uma cadeia complexa de ações que impactam diretamente em um desenvolvimento planejado de forma global, que compreende cada Estado-nação enquanto um membro de uma sociedade. Realizar atividades que possibilitem o exercício dos ODS no interior dos Estados-nação para sua efetividade.
A CEPM convida toda a sociedade civil para participar da campanha “16 Dias de Ativismo “através das atividades formativas e informativas, para descontruir a cultura do machismo e consequentemente reduzir o feminicídio.


EVENTO: LANÇAMENTO DOS 16 DIAS DE ATIVISMO
DATA: 20/11/2020  
HORÁRIO: 10 H
Link de Acesso - https://www.facebook.com/cepmpiaui

Fonte: Ascom

Próxima notícia

Dê sua opinião: