A evolução dos jogos eletrônicos: conheça as principais fases da história dos games


A evolução dos jogos eletrônicos

A evolução dos jogos eletrônicos Foto: Imagem: Freepik.com

Muitos de nós temos uma grande paixão pelos videogames, mas poucos conhecem a evolução dos jogos eletrônicos.

Até porque, para chegar ao universo 3D, com realismo, gráficos extremamente realistas e muita imersão no jogo, muita coisa precisou ocorrer.

A princípio, os jogos eletrônicos sofrem alterações a muitos anos, em que há 10 anos, por exemplo, o console do momento era o PS1 (PlayStation 1), que para a época foi um grande marco, mas que para você nos dias de hoje, com toda certeza pode ser algo que remete muito ao passado.

No entanto, imagine aí agora o Magnavox, um vídeo game lançado em 1972, que provavelmente hoje você nem conhece mais a sua existência.

Dessa forma, o que podemos tirar de tudo isso é que com toda certeza, o mundo dos games se atualiza muito, e para chegar aos gráficos e jogabilidades cada vez mais próximas do realismo, muita história existe por trás disso.

Por fim, para entender melhor sobre tudo isso, preparamos um artigo completo sobre a evolução dos jogos eletrônicos, para que você possa conhecer de perto as principais fases da história dos games até chegar no que conhecemos hoje.

O primeiro vídeo game

Vamos de nostalgia, o primeiro videogame a existir no mundo foi justamente o que citamos anteriormente, o famoso Magnavox Odyssey, da empresa Magnavox.

Por mais que os gráficos para nós seja algo praticamente não jogável, na época de lançamento, o vídeo game, por ser um dos primeiros a chegar no mercado, foi uma febre para adultos e jovens.

O vídeo game teve seu lançamento oficial em 1972, se tornando um marco na história dos consoles, chegando aqui no Brasil em 1982.

No total o vídeo game possuía cerca de 33 jogos em sua biblioteca, com uma pegada bastante simples, sem missões ou modos como conhecemos hoje, sendo apenas para interação.

Novos tempos, novas mudanças

Não, ainda não estamos falando do PS5 ou qualquer outro modelo da atualidade.

A princípio, estamos falando dele, o inesquecível Atari.

Pois é, assim como o modelo anterior, o Atari não possui nenhum tipo de eficiência técnica nos tempos atuais.

Entretanto, as milhões de unidades vendidas foram o suficiente para tornar o Atari o videogame mais vendido por décadas.

Certamente o seu pai ou o seu avô já teve ou pelo menos na época, teve muita vontade de possuir esse console, uma vez que ele se tornou um verdadeiro objeto de desejo.

Por mais que simples, o jogo trazia muitas melhores gráficas, melhor interação com os aparelhos de TV e claro, muitos jogos novos.

A evolução dos jogos eletrônicos

Calma, ainda não estamos falando dos jogos para celular, mas sim dele, o poderoso (nem tanto) Play 1.

Embora aqueles consoles tenham deixado sua marca, eles não conseguiram acompanhar a concorrência, ou seja, engoliram poeira.

O mercado mudou, as pessoas não queriam mais fazer uma bolinha quicar na outra, o Play 1 de uma certa forma chegou para mudar isso.

No entanto, a partir do Playstation 1 as mudanças no mundo dos jogos e videogames passaram a ocorrer em uma velocidade gigantesca.

Não é à toa que a linha “PlayStation” está até hoje no mercado, possuindo um verdadeiro público fiel, onde a empresa Sony se tornou referência em jogos.

A mudança dos jogos

Assim como os consoles mudaram os jogos também, novos roteiros, novas histórias e novas formas de jogar.

Os jogos de 2005 não tinham nem um pouco de semelhança com os jogos de 2000, ou seja, em apenas 5 anos os jogos se tornaram irreconhecíveis.

Isso se mantém até os dias de hoje, diariamente os jogos recebem mudanças, atualizações, a correria pela perfeição é diária.

Além disso, os jogos que antes eram apenas entretenimento para os jogadores, se transformaram em um mercado bilionário, abrindo uma “nova atmosfera”, chamada de “mundo gamer”.

A evolução lucrativa

Hoje em dia, termos como nft estão presentes em nosso cotidiano, onde até quem não é gamer já ouvir falar sobre isso.

A princípio, o Metaverso de Mark Zuckerberg abriu as portas para um cenário de crescimento incontrolável.

Embora a evolução tenha começado recentemente, ela já se tornou algo totalmente aceito pelos usuários.

Como dito anteriormente, desde 2005, os jogos passaram a ter uma evolução simplesmente impossível de explicar.

As consequências da evolução dos jogos

Com o passar dos anos, a evolução dos jogos eletrônicos trouxe ao mundo atual algumas graves consequências, principalmente a violência.

Além disso, o vício pelos jogos dominaram os usuários, é como se as Gift Card oferecidas nos jogos funcionassem como drogas.

Ou seja, quanto mais partidas eu ganho, mais eu quero jogar.

Isso resultou em jovens e adultos sedentários, violentos e improdutivos.

Estudos recentes realizados pela USP (Universidade de São Paulo), apontam que mais de 40% dos gamers possuem doenças como depressão e ansiedade.

Portanto, principalmente o uso exagerado desses meios, acabou gerando algumas desvantagens.

Considerações finais

Embora os jogos possuam a capacidade de nos oferecer um bom momento de entretenimento, não podemos negar que há riscos por trás da tela.

No entanto, a evolução dos jogos possui seu lado positivo.

Através dos campeonatos de jogos muitas pessoas humildes alcançaram um estilo de vida melhor.

Além disso, o crescimento da evolução dos jogos eletrônicos abre as portas para novas tecnologias, o que eventualmente gerou mais empregos.

Wagner santos

Wagner santos

Wagner santo é CEO da www.revistademarketing.com.br
Próxima notícia

Dê sua opinião: