Filosofia de Vida
FILOSOFIA DE VIDA

Fabiano de Abreu reforça papel dos adultos na iniciação educacional de crianças

As distrações do mundo ao redor também atrapalham esses jovens em desenvolvimento


Educação

Educação Foto: Divulgação

"Impaciência e julgamentos por parte dos adultos podem prejudicar a educação infantil", alerta o neuropsicólogo, neurocientista e psicopedagogo Fabiano de Abreu. Para esse profissional, que atua entre Brasil e Portugal, a forma como as crianças são apresentadas ao mundo dos estudos, ainda na fase infantil, pode desencadear maior ou menor interesse pelos temas propostos em sala de aula.

As distrações do mundo ao redor também atrapalham esses jovens em desenvolvimento. Segundo Fabiano de Abreu, algum dos vilões nesse processo de iniciação da aprendizagem e do engajamento social são "curiosamente" a tecnologia e o acesso à Internet.

"Na era da Internet e das redes sociais, as crianças têm todo um mundo à sua disposição e a qualquer instante. A diversidade de entretenimento é tão grande que acaba por dispersar a atenção deles. Este mundo virtual é tão vasto que todas as necessidades e gostos pessoais conseguem ser supridos gerando satisfação pessoal e um excesso de dependência. Muitas vezes, fica-lhes extremamente difícil desligar desde mundo e dedicar a sua vontade aos estudos. Em comparação, os estudos não são tão apelativos. Além do mais, estudar surge como uma obrigação, como parte de uma rotinas por essa razão, há uma gradual perda de interesse", explica Fabiano de Abreu, que sublinha a interpretação científica dessas conclusões.

"Ao nível neurológico, a criança não possuí o córtex pré-frontal tão desenvolvido e, por esse motivo, suprir o imediato é mais atrativo. Muitas vezes as crianças não têm uma noção a longo prazo. Não caminham com a certeza de que as decisões de hoje podem trazer consequências no amanhã. Eles têm a tendência de concentrar no agora e não no futuro. O longo prazo não faz parte das suas preocupações diárias. Mais ainda porque a sua parte emocional é muito mais desenvolvida do que a sua parte racional", conta Fabiano de Abreu.

Ainda de acordo com esse neurocientista, "por todas essas razões apresentadas, o adulto tem um papel preponderante no processo de encaminhamento da criança, ou seja, o adulto deve assumir a função de guia, de orientador em relação à criança, o que nem sempre acontece e, quando acontece, algumas atitudes devem ser moldadas à realidade de cada criança individualmente".

"Neste ponto, debatemo-nos com outro tipo de problemáticas, agora, relacionadas com as falhas dos adultos. Estes debatem-se com a falta de tempo para realizar um acompanhamento adequado e que supra as necessidades dos mais novos. Além do mais, muitas vezes pais e educadores não conseguem compreender as pequenas nuances da personalidade da criança, dos seus aspectos únicos. Perder a paciência e ser mais agressivo muitas vezes não é a solução indicada", destaca Fabiano de Abreu

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu é psicanalista, jornalista, escritor, filósofo e poeta luso-brasileiro. Detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa internacional. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Portugal e Angola. Membro da Mensa (número: 1625BR) , associação de pessoas mais inteligentes do mundo, foi constatado com o QI percentil 99 sendo considerado um dos maiores do mundo. Registro 0.0543 0 Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e CBPC. Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia: 10381444. Registro FENAJ: 0035228/RJ. Registro Internacional: BR16791. Como jornalista tem o recorde mundial na criação de personagens e colabora com inúmeras colunas no Brasil, Portugal e em Angola. Possui jornais em Portugal e é correspondente jornalístico internacional. Como escritor possui 9 livros. No meio acadêmico, além de jornalista é bacharelado em Neurociência pela Emil Brunner World University, nos EUA. Possuí especialização pós universitária em Neurociência na Universidade de Harvard, nos EUA, pós universitário em neurociência pela Faveni no Brasil, Psicanalista e Neuropsicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e SBPC, mestre em Psicanálise, especialização em psicopedagogia, neurociência em cognição e comportamento humano, todos pelo Instituto Gaio da Unesco, especialização em neuroplasticidade na Brain Academy de Bruxelas, pós universitário em neuropsicologia na Cognos em Portugal, especialização em nutrição clínica, gestão de hora e riscos psicossociais pela Traininghouse em Portugal, Idealismo filosófico e visões do mundo - Universidade Autônoma de Madrid, Introdução à Filosofia da Passagens Escola de Filosofia, História de La Ética pela Universidad Carlos III de Madrid, MBA em Psicologia Positiva - Autorrealização, Propósito e Sentido de Vida - PUC RS, Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia; IP:10381444, Registro FENAJ: 0035228/RJ, Registro Jornalista Internacional IFJ: BR16791, Membro Mensa número: 1625BR. Membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra, seu QI de 99 está entre os maiores do mundo.

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete