Filosofia de Vida
SAÚDE

Como controlar o pânico gerado pelo novo coronavírus

O jornalista, psicanalista e filósofo Fabiano de Abreu dá conselhos para saber como agir de forma racional sem sucumbir ao medo e ao pavor


Coronavirus

Coronavirus Foto: Pixabay

O jornalista, psicanalista e filósofo Fabiano de Abreu dá conselhos para saber como agir de forma racional sem sucumbir ao medo e ao pavor

Para Fabiano de Abreu, jornalista, psicanalista e filósofo, “a primeira sensação que muitos têm ao depararem-se com o desconhecido e com a possibilidade de contágio é o pânico, seguido do medo de sair de casa por não se sentirem seguros.”

Palestra na Universidade de Luanda em Angola

De forma a evitar o pavor coletivo, Abreu reforça que o primeiro ponto é entender o motivo, razão e as circunstância de tudo na vida. “Temos a obrigação racional de saber essas três coisas para que possamos iniciar o processo de autoconhecimento, que é o necessário para encontrarmos o equilíbrio e viver bem a nossa rotina. O coronavírus é menos letal que muitos outros como o H1N1 e o SARS, doenças equiparadas, tendo mortalidade abaixo dos 3,6%. Saber quais os seus sintomas, formas de contágio e procedimentos é uma ajuda para que o nosso instinto de sobrevivência, que está no nosso inconsciente, não vença o nosso consciente ou não se transforme em uma síndrome.”

Coronavírus…

Embora o nosso instinto de sobrevivência ative a nossa ansiedade, tal traz consequências positivas e negativas. Por exemplo, “a nossa ansiedade pode ter duas vertentes, uma boa e a outra má. A boa é que nos prepara para tomarmos medidas para lidar com os problemas. A má é que pode causar pânico quando não sabemos como agir, ou quando não temos o que fazer e ficamos apenas na expectativa”, explica o psicanalista.

Sobre este assunto que está na ordem do dia em todo mundo, siga os conselhos de Fabiano de Abreu e não deixe que o pânico causado pelo surto da doença atrapalhe o seu dia a dia.

8 dicas para evitar o pânico causado pela chegada do coronavírus

1. Não veja todas as notícias sobre o caso mas apenas as essenciais para se manter informada. Procure só pelas respostas estritamente necessárias;

2. Esteja ciente dos sintomas, que são febre, vómito, falta de ar e diarreia. É importante identificar que não são os mesmos da gripe e que, caso os sinta, ligue para a saúde 24 (para não correr o risco de contagiar outras pessoas);

3. Não frequente zonas turísticas e lugares públicos que tenham muitas pessoas. Evite multidões;

4. Compre comida suficiente para que não tenha de ver o pânico dos outros no supermercado. Prateleiras vazias podem impulsionar medo e pânico. Entenda que há pessoas que não conseguem controlar o pânico e isso pode não estar relacionado com a epidemia;

5. Use a ansiedade a seu favor. Ocupe o seu tempo e preocupe-se menos. E não se esqueça que as chances de viver são bem maiores do que as de morrer, e que o estresse baixa a imunidade.

A meditação é a busca do equilíbrio e é essencial para que possamos manter-nos conscientes e com alta imunidade.

6. Aumente o consumo de vitamina C e chás que aumentem a imunidade como limão, gengibre e chá verde. Alimente-se bem.

7. O medo provoca uma sensação de prazer quando é com o outro e não consigo mesmo. Não se sinta mal por isso, pois é uma defesa do nosso organismo que está em alerta através do instinto de sobrevivência.

8. Tenha fé nas suas convicções e pense que a pandemia é mais uma crise que vamos ultrapassar.

Fonte: Fabiano de Abreu

Próxima notícia

Dê sua opinião:

Sobre a coluna

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu

Fabiano de Abreu é psicanalista, jornalista, escritor, filósofo e poeta luso-brasileiro. Detém o prêmio do jornalista que mais criou personagens na história da imprensa internacional. Lançou o livro ‘Viver Pode Não Ser Tão Ruim’ no Brasil, Portugal e Angola. Membro da Mensa (número: 1625BR) , associação de pessoas mais inteligentes do mundo, foi constatado com o QI percentil 99 sendo considerado um dos maiores do mundo. Registro 0.0543 0 Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e CBPC. Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia: 10381444. Registro FENAJ: 0035228/RJ. Registro Internacional: BR16791. Como jornalista tem o recorde mundial na criação de personagens e colabora com inúmeras colunas no Brasil, Portugal e em Angola. Possui jornais em Portugal e é correspondente jornalístico internacional. Como escritor possui 9 livros. No meio acadêmico, além de jornalista é bacharelado em Neurociência pela Emil Brunner World University, nos EUA. Possuí especialização pós universitária em Neurociência na Universidade de Harvard, nos EUA, pós universitário em neurociência pela Faveni no Brasil, Psicanalista e Neuropsicanalista pela Sociedade Brasileira de Psicanálise Clínica e SBPC, mestre em Psicanálise, especialização em psicopedagogia, neurociência em cognição e comportamento humano, todos pelo Instituto Gaio da Unesco, especialização em neuroplasticidade na Brain Academy de Bruxelas, pós universitário em neuropsicologia na Cognos em Portugal, especialização em nutrição clínica, gestão de hora e riscos psicossociais pela Traininghouse em Portugal, Idealismo filosófico e visões do mundo - Universidade Autônoma de Madrid, Introdução à Filosofia da Passagens Escola de Filosofia, História de La Ética pela Universidad Carlos III de Madrid, MBA em Psicologia Positiva - Autorrealização, Propósito e Sentido de Vida - PUC RS, Registro Intel Reseller Tecnology - Especialista em tecnologia; IP:10381444, Registro FENAJ: 0035228/RJ, Registro Jornalista Internacional IFJ: BR16791, Membro Mensa número: 1625BR. Membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra, seu QI de 99 está entre os maiores do mundo.

Fique conectado

Inscreva-se na nossa lista de emails para receber as principais notícias!

*nós não fazemos spam

Enquete