Política

Wellington vai exonerar secretários e comissionados

A nomeação dos novos gestores só depois da reforma administrativa
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alliny Maria 07/12/2018 11:51
Governador do Piauí, Wellington Dias Governador do Piauí, Wellington DiasFoto: Paulo Barros/CCom

Como acontece em todo final de mandato, o governador do Piauí, Wellington Dias, vai exonerar todos os secretários e dirigentes de órgãos públicos e ocupantes de cargos comissionados agora em dezembro. Os cargos serão ocupados interinamente até a nomeação nos novos gestores, o que só deverá ocorrer depois da aprovação pela Assembleia Legislativa da reforma administrativa. "Só quero tratar com a garantia de um organograma até porque posso convidar alguém para uma área que nem vai existir mais. É melhor esperar o organograma".

Wellington Dias pretende encaminhar a reforma administrativa logo nos início da nova legislatura, no começo de fevereiro. “Quando termina o mandato no dia 31 de dezembro, vamos ter os atuais na interinidade por um período muito curto porque no começo de fevereiro devo mandar para a Assembleia o novo organograma, a nova organização do Estado. Então é recomendável esperar o resultado do que sair da Assembleia, a aprovação, para em seguida ter a montagem do governo já com a nova estrutura", adiantou Wellington Dias, que participou, na manhã desta sexta-feira (7), da solenidade de abertura do Fórum de Energia Solar: Cenários & Oportunidades, no auditório do Sebrae-PI, em Teresina. "Isso é natural, já fiz em outros governos", acrescentou.

O governador seguiu para Fortaleza (CE), para a solenidade de implantação do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional do Nordeste. Dias retorna a Teresina ainda no começo da tarde para vários compromissos, inclusive à noite, quando entrega a Medalha Estadual Mérito Agropecuário João Mendes Olímpio de Melo, durante a Programação da 68ª Edição da Expoapi, no Pavilhão da SDR, no Parque de Exposição Dirceu Arcoverde.

Wellington Dias no Sebrae-PI
Wellington Dias no Fórum de Energia Solar, no
Sebrae-PI [Foto: Paulo Barros]

Comentários