Política

Wellington Dias negocia taxas juros mais baixas em contratos com a Caixa Econômica

Governador do Piauí participou de agenda em Brasília nesta quarta-feira (27)
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Luiz Brandão 27/09/2017 15:53
Reuni,ão com a Caixa Econômica Federal em Brasília Reuni,ão com a Caixa Econômica Federal em BrasíliaFoto: Assessoria

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT) participou de uma reunião na sede da Caixa Econômica Federal em Brasília, para discutir a liberação de recursos com taxas mais baixas para investimentos em diversos setores da economia, de modo agerar emprego e renda para os piauienses.

“Conclui em Brasília, na Caixa Econômica Federal, mais uma importante agenda, onde resolvemos uma situação relacionada ao contrato de credito em que já tínhamos pactuado com a CEF relacionada a contrato em que fez uma captação deste credito em mercado. Por conta disso, a Caixa adotou uma taxa e havia um limite já estabelecido anteriormente pelo tesouro nacional onde, por esse limite, teria a Caixa de reduzir a sua taxa. Mas, em entendimento com o tesouro nacional, a solução foi respeitar o princípio da anterioridade e com isso manter as normas já estabelecida”, explicou o governador.

Segundo o chefe do Executivo, a partir da agora, o contrato vai ser apreciado pelo conselho da CEF em condições de, a partir daí, chegar ao ponto de liberação.

“Aqui também acertamos uma proposta para que a área vinculada ao apoio, financiamento, a área de parcerias públicos privadas... possamos realizar na área da construção civil, uma agenda que possa preparar melhor os nossos empreendedores, da construção e de outros setores, tendo a CEF como parceiro, inclusive já é uma parceira que nos orienta nos contrato de PPP”

Wellington Dias adiantou que o a ideia é alavancar os investimentos no setor privado. “Com isso, queremos garantir os créditos de financiamento, as condições de investimento com o setor privado no Piauí. São várias áreas, área de saneamento de infraestrutura, ou seja, são áreas que geram emprego, geram renda e a CEF entra como parceira”, ressaltou.

Comentários