Política

Wellington e Firmino traçam metas para o abastecimento de água de Teresina

A ideia é que a concessionária possa implementar já em 2018, o que programou para investir em 3 anos.
Fonte: CCOM | Editor: Da Redação 23/11/2017 05:28
Reunião de trabalho Reunião de trabalhoFoto: CCOM

O governador Wellington Dias esteve reunido na tarde desta quarta (22), com o prefeito de Teresina, Firmino Filho. O encontro, no Palácio da Cidade, teve como pauta a antecipação de metas relacionadas a abastecimento d’água na capital estabelecidas no contrato com a empresa Águas de Teresina. A ideia é que a concessionária possa implementar já em 2018, o que programou para investir em 3 anos.

“O plano de metas da Águas de Teresina foi aprovado pelo Estado e pelo Município. Nesses primeiros meses, o compromisso era realizar intervenções em 12 regiões de Teresina que sofriam com irregularidade no abastecimento, mas a empresa foi além e já chegou a 30 regiões. A necessidade exige e queremos ir o mais longe que pudermos” pontuou o governador Wellington Dias.

A Águas de Teresina assumiu a concessão do serviço de abastecimento d’água na capital em julho de 2017, com o compromisso de investir R$ 1,7 bilhão, sendo R$ 650 milhões nos primeiros cinco anos.

O contrato tem duração de 30 anos, é composto por regras claras, marcos e prazos, de modo a garantir que a prestação dos serviços, já no curto e médio prazo, gerando benefícios para a saúde pública, que devem impactar positivamente na melhoria de indicadores sociais e econômicos, no trabalho e no turismo de Teresina. Os serviços serão fiscalizados pela Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete).

Atendendo uma recomendação do Ministério Público, que apontava para a criação de um plano de antecipação de demandas, Estado e Prefeitura acertaram a construção de um grupo de trabalho, responsável por acompanhar o processo. Compondo esse grupo e representando a Prefeitura de Teresina, estarão o secretário municipal de Governo, Charles da Silveira, o secretário municipal de Planejamento, Erick Amorim e Coronel Edvaldo Marques, da Arsete.

Por parte do Governo do Estado, o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, Francisco Costa, do Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Ieapi), e o diretor-presidente da Agespisa, Emanoel Bonfim Veloso, irão compor o grupo de trabalho.

Comentários