Política

Governador vai acompanhar julgamento ao lado de Lula em SP

A sessão está prevista para iniciar às 14h
Fonte: Com informações da Ascom | Editor: Alinny Maria 04/04/2018 09:24
Wellington Dias com Lula Wellington Dias com LulaFoto: Reprodução

O Supremo Tribunal Federal (STF) volta a se reunir nesta quarta-feira (4) para dar continuidade ao julgamento iniciado no dia 22 de março, que decidirá se o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será preso. O governador do Piauí, Wellington Dias, foi a São Paulo para acompanhar o julgamento ao lado de Lula.

Wellington Dias cumpriu agenda com a presidente do PT, senadora Gleyce Rouffman, e anunciou que iria acompanhar a votação do habeas corpus juntamente com o ex-presidente. Além de Dias, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, também confirmou que estará ao lado de Lula.

''Estamos confiantes que será garantida a aplicação de nossa Carta Magna e a lei será respeitada. Eu confio que amanhã vá prevalecer a constituição brasileira ou seja a presunção da inocência. Você é inocente até que prove o contrário. O que se deseja pro presidente Lula, é que ele não esteja acima da lei mas também que não esteja abaixo dela. Por essa razão nós queremos Lula livre, disse Wellington Dias.

Wellington Dias e Gleyce Rouffman vão acompanhar o julgamento ao lado de Lula

A sessão está prevista para iniciar às 14h. No julgamento, cada um dos 11 ministros da Corte votará pela concessão ou pela rejeição do habeas corpus preventivo apresentado pela defesa de Lula com o objetivo de impedir a prisão do ex-presidente, condenado em janeiro a 12 anos e 1 mês de reclusão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).

Comentários