Política

Wellington Dias participa do lançamento de Frente Parlamentar de Enfrentamento à Violência nas Escolas

O governador Wellington Dias participou da solenidade que aconteceu na Câmara Federal em Brasília.
Fonte: CCOM | Editor: Da Redação 16/05/2019 07:09
Evento em Brasília Evento em BrasíliaFoto: CCOM

O governador Wellington Dias participou, nesta quarta-feira (15), do lançamento da Frente Parlamentar de Enfrentamento à Violência nas Escolas, no auditório Freitas Nobre, na Câmara Federal, em Brasília. A iniciativa tem o intuito de criar uma cultura de paz entre escolas, comunidades e famílias. A deputada federal Rejane Dias é quem vai coordenador a frente com mais 200 parlamentares.

Durante o evento, Wellington Dias parabenizou o Congresso Nacional pela organização do grupo. “Esta é uma frente com parlamentares de todos os estados do Brasil. Aqui, eu vi a importância de algumas ações que já fazemos no Piauí e vamos continuar”, garantiu o chefe do executivo estadual.

O governador destacou ainda a importância da integração da escola, família e comunidade. “Precisamos ampliar essa integração com a família, esse elo da escola com a rede de proteção à criança e ao adolescente. É uma missão importante e acredito que iremos melhorar nosso sistema de educação”, disse.

A previsão é que, após o lançamento da Frente, seja implementado um plano de trabalho para nortear a atuação. O colegiado, formado por deputados e senadores, assume a missão de debater e acelerar projetos que possam combater a violência no ambiente escolar.

A deputada Rejane Dias falou sobre a importância da Frente e destacou que além dos parlamentares, especialistas e professores também participaram da formação do movimento. "É uma preocupação muito grande os casos de violência que vêm acontecendo no Brasil. Tivemos o exemplo do massacre em Suzano, São Paulo, em Realengo, no Rio de Janeiro, agora em Valparaíso, onde um professor foi morto, então isso nos preocupa bastante e nós queremos saber os motivos. Nós vamos organizar todo esse material, entre eles alguns projetos de leis arquivados aqui na Câmara. Vamos desarquivar esses projetos com base na experiência com os especialistas.", declarou.

Comentários