Brasil

WDias defende união das esquerdas em congresso do PCdoB

Lula tambem vai participar do evento neste domingo e vai falar de alianças das esquerdas
Fonte: Luiz Brandão | Editor: Luiz Brandão 18/11/2017 19:42
Wellington com dirigentes do PCdoB Wellington com dirigentes do PCdoBFoto: Doroty Amaral

De Brasília - O governador do Piauí, Wellington Dias, do PT, participou, no início da noite deste sábado (18) de ato político para encerramento do segundo dia do 14° Congresso do PCdoB, que iniciou na sexta-feira, no Centro de Convenções Brasil 21, em Brasília.

No encontro que teve com dirigentes nacionais do PCdoB, Wellington Dias revelou grande preocupação com a atual situação politica e econômica do País e defendeu que partidos como PT, PCdoB, PDT e outros mais à esquerda marchem unidos para mudar os rumos do Brasil e a retomada dos programas sociais e do desenvolvimento econômico.

Delegação do Piauí no Congresso do PCdoB

DELEGAÇÃO DO PIAUÍ

Do Piauí, 12 delegados e 3 observadores participam do Congresso do PCdoB - Osmar Junior, José Carvalho, Dalton Macambira, Mário Ângelo, Elisângela Moura, Elton Arruda, Lucineide Morais, Amélia Lima, Isadora Cortês, Tatiane Seixas, Euro Viveiros, Teresinha Esteves, Cícero Damásio, Rodrigo Maxuel, Maristela Ribeiro.

LULA PRESENTE

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participará do evento neste domingo, 19. A informação é da Direção do PCdoB e foi confirmada pela assessoria de imprensa do petista.

A presença de Lula era esperada, inicialmente, para este sábado, 18. O ex-presidente, porém, não pode comparecer, adiando a participação para amanhã.

Na abertura do Congresso na sexta (17), o PC do B oficializou a pré-candidatura da deputada estadual gaúcha Manuela D'Ávila à Presidência da República nas eleições de 2018.

Em entrevista à imprensa, a parlamentar defendeu o direito de Lula também ser candidato a presidente no próximo ano, mas negou que tenha colocado sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto para ser candidata a vice em uma chapa com o ex-presidente petista.

A presença de petistas importantes como Lula, o ex-ministro Gilberto Carvalho e o governador Wellington Dias revela interesse do PT em fazer uma ampla aliança com partidos de esquerda para disputar as eleições presidencias de 2018.

Comentários