Política

Wellington Dias nomeia 12 auditores fiscais ambientais da Semar

A vinda de novos profissionais foi providencial, avaliou o secretário Robério Barros
Fonte: Semar 22/03/2019 17:09
Governador do Piauí, Wellington Dias Governador do Piauí, Wellington DiasFoto: CCom

Os doze piauienses aprovados e nomeados no concurso para auditor fiscal ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) estiveram com o governador Wellington Dias na manhã desta sexta (22), no Palácio de Karnak. O secretário do Meio Ambiente, Robério Barros também participou da recepção aos novos servidores do estado.

Durante o encontro, Wellington Dias enfatizou a importância desses profissionais para o desenvolvimento do estado aliado à responsabilidade ambiental. “Nós temos um desafio que é alcançar desenvolvimento elevado preservando nossas áreas com responsabilidade ambiental. A equipe assume o papel de forma cientifica e vai permitir que isso aconteça. Fora da Amazônia Legal, somos o estado que mais tem áreas preservadas e queremos continuar com isso”, disse.

Para o secretário Robério Barros, a vinda de novos profissionais foi providencial. “É de grande importância esse novo quadro de auditores, teremos mais agilidade nos processos realizados diariamente dentro da Semar. Já fizemos a lotação nos respectivos setores, estão distribuídos nas áreas de recursos hídricos, licenciamento, fiscalização. Agora é entrar em campo e realizar o trabalho", declarou.

A auditora Larissa Carvalho afirma que todos os empossados entram com o desejo de contribuir com meio ambiente e o desenvolvimento do Piauí. “É com grande alegria e satisfação que tomamos posse. Nós, biólogos, engenheiros, advogada, geógrafa e biomédico, nos comprometemos a vestir a camisa da Semar. Estamos entrando com entusiasmo, pois a causa ambiental é nossa vocação”, disse a jovem.

Ela completa dizendo que a realização do concurso foi muito aguardado por todos. “Hoje assumimos mais um desafio: o da preservação e conservação do meio ambiente aliados ao desenvolvimento econômico”, concluiu.

Comentários