Política

Welligton se diz magoado por ter sido chamado de bandido

O governador Uma pessoa de forma cruel tentou atingir minha imagem
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Luiz Brandão 29/11/2017 22:00
Governado do Piauí, Wellington Dias Governado do Piauí, Wellington DiasFoto: CCom

O governador do Piauí, Wellington Dias, não esconde a mágoa por ter sido chamado de bandido reiteradas vez por um ex-aliado de governo, agora na posição. S em citar nomes, Wellington Dias considerou cruel os ataques sofridos por ele nas últimos semanas, principalmente na Assembleia Legislativa.

"A minha maior riqueza é minha imagem. Eu tenho uma história de vida. Eu tenho uma relação de confiança com o eleitor. Se alguém me transforma em um bandido, quem vai votar no bandido? Uma pessoa de forma cruel tentou atingir minha imagem", lembrou.

Wellington Dias citou o episódio vivido pelo filho Vinicius Dias, que passou por constrangimento duarnte uma aula na faculdade. "Meu filho estava um dia no centro cirúrgico quando a professora me chamou de bandido e ele pediu para esperar o resultado das investigações e revelou que era meu filho. É isso que acontece: as pessoas passam por constrangimento. Precisamos parar de fazer pré-julgamento”.

O governador acrescentou que admte as críticas, as denúncias, mas nunca o pré-julgamento, "Aproveito esse fato para mostrar que a política não pode ser um querendo um destruir o outro. A política pode ser para vencer uma eleição, o partido crescer, mas não pode ser para destruir o outro. Se a gente faz isso, o que podemos esperar das novas gerações? O tribunal agiu conforme a lei. A verdade sempre aparece”.

Comentários