Polícia

Viúvo negro continua negando  que fraudava a previdência

As investigações apontam que a  fraude  passa de mais  de 10 milhões  com a falsificação de mais de 10 benefícios.
Fonte: PF | Editor: Da Redação 22/11/2017 07:55

Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (21) a operação 'Viúvo Negro'. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva contra um casal que mantinha um escritório de contabilidade..

As investigações apontam que a fraude passa de mais de 10 milhões com a falsificação de mais de 10 benefícios.

Os policiais fizeram buscas em um escritório de contabilidade na Rua Alceu Brandão, no bairro Monte Castelo, Zona Sul de Teresina. O casal preso seria dono do escritório e a polícia fez buscas ainda na residência dos dois, onde foram apreendidos documentos.

O casal falsificava documentos para solicitar benefícios. Os envolvidos irão responder pelos crimes de estelionato previdenciário, associação criminosa, falsidade ideológica e uso de documento falso. Dois veículos foram apreendidos e foi pedido pela Polícia Federal o bloqueio de bens e o sequestro de imóveis.

Comentários