Geral

Velório de Dom Celso acontece na Igreja das Dores

O horário do sepultamento, na mesma catedral, ainda não foi confirmado
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alliny Maria 28/09/2018 13:50
Dom Celso José, Arcebispo emérito de Teresina Dom Celso José, Arcebispo emérito de TeresinaFoto: Reprodução/blogdorodrigoferrazz

Começou por volta das 14h desta sexta-feira (28), o velório do arcebispo emérito de Teresina, Dom Celso José, na catedral de Nossa Senhora das Dores, na Praça Saraiva. O horário do sepultamento ainda não foi confirmado, mas vai acontecer neste sábado, depois das celebrações, na própria catedral, ao lado de Dom Miguel Câmara, que também foi arcebiso de Teresina.

O arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, lembrou que Dom Celso – que era diabético e teve um AVC no ano passado - estava doente, mas não apresentava “sinais de finalização”. “Foi um acontecimento doloroso. Dom Celso veio do Rio de Janeiro e tinha uma bagagem cultural muito boa. Fica essa lacuna para a Igreja”, lamentou Dom Jacinto, citando a Caminhada da Mãe de Deus e as foranias - grupo de paróquias – como legados do arcebispo para Teresina.

Pároco da Igreja da Santíssima Trindade, na Primaveira, onde acontece a Missa da Misericórdia, reunindo milhares de pessoas todas as quartas-feiras, e ordenado padre por Dom Celso José, Nilton Pereira agradeceu ao amigo por interceder para que ele não desistisse do sacerdócio, ainda em 1999.

“A Igreja perde muito. Eu tinha uma relação paternal com Dom Celso. Era pai, amigo, irmão. Um homem simples com uma vida dedicada aos pobres. Dom Celso tinha amor incondicional aos pobres. O legado que fica é o de misericórdia infinita. Ele dizia que preferia pecar por excesso de misericórdia do que pela falta dela”, lembrou o padre Nilton.

Os funerais de Dom Celso José em Teresina
Os funerais de Dom Celso José em Teresina

Comentários