Ciência & Tecnologia

Veja a primeira casa da Europa criada com impressora 3D

Esta edificação de quase 300 metros quadrados foi construída para uma família da região russa de Yaroslavl
Fonte: Sputnik News. | Editor: Redação 25/10/2017 09:07
Casa feita com impressora 3D na europa Casa feita com impressora 3D na europaFoto: Sputnik Brasil

Uma casa criada com a tecnologia de impressão 3D, a primeira da Europa, foi inaugurada na região russa de Yaroslavl.

Esta edificação de quase 300 metros quadrados foi construída para uma família da região. Esse "lar doce lar" não é apenas o primeiro, mas também é o maior já construído com essa técnica.

"Para nós, era muito importante criar um precedente e demonstrar na prática que a tecnologia de construção por impressão 3D, funciona", declarou Alexandr Maslov, diretor-geral do grupo AMT Spetsavia, propulsora da produção de impressoras 3D em série.

O entrevistado acrescentou que, durante a fase inicial da construção, a impressão de uma casa parecia pura fantasia.

"Tivemos como objetivo demonstrar que era possível […] Em outras palavras, queríamos tornar o sonho realidade", confessou ele à Sputnik Mundo.Maslov ressaltou a singularidade do projeto.

"A casa é única, não só porque é a primeira desse tipo, mas porque é construída em conformidade com todos os requisitos de qualquer outro tipo de construção. Coletamos todos os documentos necessários, recebemos autorização para começar as obras, criamos o projeto, assim como calculamos a capacidade térmica, a durabilidade e a resistência à atividade sísmica da casa", declarou Maslov.

O diretor explicou que o processo de impressão foi feito em um escritório com uma impressora menor. O edifício foi impresso por seções: as paredes, os elementos decorativos, a torre e logo foi montado na obra como se fosse um jogo de puzzle tipo Lego.

Os designers da "casa impressa" frisaram que o uso da tecnologia de impressão 3D acelerou a construção em 12 vezes.

Além disso, os especialistas calcularam que saiu de 1,3 a 1,6 vez mais barato, por causa da automação do processo.

"É possível que essa economia pareça insignificante, mas, em longo prazo, a produtividade do equipamento aumentará, assim que será possível economizar muito mais dinheiro", assegurou Maslov.

O dirigente da empresa destacou que os computadores foram desenvolvidos muito com o passar do tempo e agora as impressoras são capazes de criar objetos de melhor qualidade a uma velocidade mais rápida.

O aparelho imprime camadas de 10 mm de altura e cerca de 30-50 mm de largura. A velocidade de impressão pode atingir 15 metros quadrados, em uma hora, segundo o entrevistado.

A impressão pode usar tanto concreto como outras misturas e materiais de construção.

De acordo com os criadores da impressora de construção, a principal vantagem do uso de tecnologias aditivas, ou seja, criação de objetos com a tecnologia 3D- trata-se da abertura de novas possibilidades quanto à construção de casas.

O levantamento do edifício começou no ano de 2015: sua estrutura foi impressa e montada em dezembro de 2015, em um prazo de apenas 30 dias. No verão de 2017 foram concluídas as obras de instalação do telhado e a maior parte dos trabalhos de decoração.

O projeto é especial porque não é um modelo de edifício, mas uma moradia plena, explicam os designers. Está previsto que, em breve, uma família se mude para esta casa.

Comentários