Mundo

Vegana é condenada por celebrar morte de açougueiro em atentado

Myriam-Serge Jouglet escreveu que 'justiça foi feita' em comentários nas redes sociais
Fonte: noticias ao minuto | Editor: Da redação 30/03/2018 08:18
Atentado AtentadoFoto: © REUTERS/Jean-Paul Pelissier

Uma vegana fancesa foi condenada por apologia terrorismo, nesta quinta-feira (29). Myriam-Serge Jouglet, que é fabricante de queijos sem produtos de origem animal, descreveu Christian Medves, açogueiro-chefe morto em atentado jihadista em supermercado no Sul da França, como "assassino" em comentários "sem nenhuma simpatia", publicados no Facebook .

"Então, vocês estão chocados que um assassino tenha sido morto por um terrorista", escreveu Myriam-Serge, que mora em Saint Gaudens, uma vila próxima aos Pirineus e à cidade de Trèbes, onde ocorreu o ataque. "Eu não. Não tenho nenhuma compaixão por ele. A justiça foi feita", opinou a ativista dos direitos dos animais.

A mensagem, que criou uma reação massiva nas redes sociais, foi apagada após duas horas. Myriam-Serge foi condenada a sete meses de prisão por suspensão - que pode ser revertido para o regime fechado, caso ela volte a cometer a ofensa, contou a promotora local Cecile Deprade à AFP.

É a segunda condenação referente ao ataque da sexta-feira passada. Stephane Poussier, que concorreu ao Parlamento nas eleições de junho passado, recebeu a pena de um ano de prisão em regime de suspensão por comemorar a morte de outra vítima do atentado, o Coronel Arnaud Beltrame.

Comentários