Educação

Universidade Aberta do Piauí começa funcionar em 2017 e terá 2,5 mil vagas em 50 municípios

O programa é uma parceria da Secretara da Educação, Fapepi e Uespi e vai custar R$ 2,8 milhões para 2017
Fonte: Francisco Guedes | Editor: Luiz Brandão 08/12/2016 18:16
Francisco Guedes Francisco GuedesFoto: Piauihoje

A Universidade Aberta do Piauí começa a ser implantada até o final deste mês e deve começar a funcionar logo no início do próximo ano. Vai atingir inicialmente 50 municípios e cada município terá 50 vagas. Assim serão mais 2,5 mil de vestibular abertos no Piauí para o próximo ano.

A informação foi confirmada nesta quinta-feira (08), pelo presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa no Piauí – Fapepi, Francisco Guedes, durante o encontro de prefeitos e vereadores eleitos do PT, no Hotel Cabana, na Zona Sul de Teresina.

De acordo com Francisco Guedes o edital para início do programa já pronto e foi feito através da Uespi. A Universidade Aberta do Piauí foi uma proposta do governador Wellington para levar o ensino superior as todos os municípios do Piauí.

De acordo com Francisco Guedes, o programa segue o modelo do Universidade Aberta do Brasil. Para ingressar na Universidade Aberta do Piauí o aluno terá de inscrever e ser aprovado em vestibular, que ocorrerá no início do ano.

O programa é uma parceria da Secretaria de Educação com a Fapepi e a Uespi, Será bancado com recursos do Tesouro Estadual, somando um valor global de R$ 2,8 milhões para 2017. “Essa é uma das grandes conquistas sócio-educacionais do governo do PT no Piauí”,diz Guedes. Francisco Guedes Foto: Piauihoje

Comentários