Educação

Uespi promove simpósio sobre prevenção e cuidados da saúde do homem

O evento está sendo realizado no Centro de Ciências Médicas da Saúde (CCS)
Fonte: CCOM | Editor: Redação 11/11/2016 17:00 - Atualizado em 19/11/2016 05:39
Uespi UespiFoto: Uespi

A programação do I Simpósio Multiprofissional de Cuidados na Saúde do Homem começou na manhã desta sexta (11), com minicursos na abordagem da prevenção e cuidados da saúde masculina. O evento está sendo realizado no Centro de Ciências Médicas da Saúde (CCS), e ocorrerá de 11 a 13 de novembro, com a participação de profissionais e estudantes de Fisioterapia, Psicologia, Medicina, Enfermagem, Odontologia, Nutrição, Educação Física.

O mês de novembro é dedicado a campanhas de conscientização a respeito de doenças masculinas, conhecido como Novembro Azul. Idealizado por estudantes do 7º período do curso de Fisioterapia da IES, o simpósio tem o intuito de contemplar diversos aspectos ligados a saúde do homem, não somente sobre o câncer de próstata.

O presidente docente do evento, professor Afif Rieth, destacou que a intenção é disseminar a ideia que a saúde deve ser pensada de maneira integral. De acordo com o professor, historicamente o homem procura menos os serviços de saúde, além do grande preconceito que os homens tem com o câncer de próstata, que segundo Afif é um dos maiores paradigmas que existe entre os homens. “Esses paradigmas devem ser quebrados, porque o câncer de próstata é o mais incidente entre eles, segundo os dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer)”, afirmou.

Ainda neste contexto, o professor Afif comenta que no Brasil são esperados nos anos 2016 e 2017 mais de sessenta e um mil casos de câncer de próstata.”Então, nós devemos alertar através de palestras, minicursos e orientações, que os cuidados da saúde do homem tanto na fisioterapia, medicina, enfermagem, nutrição são importantes para saúde integral do homem e da família”, enfatiza. O minicurso que abordou os exercícios funcionais na qualidade de vida do homem, foi ministrado pelo fisioterapeuta Marcopolo Vaz, os participantes do minicurso sobre controle de peso na saúde do homem ouviram as orientações da educadora física Karenina de Oliveira Rocha.

O fisioterapeuta Welligton Alves Cunha apresentou a atuação fisioterapêutica na prevenção de lesões ortopédicas em atletas de fim de semana, abordando as principais diferenças entre atletas profissionais e atletas ditos amadores. “Os dois atletas devem ter acompanhamentos do Médico, Nutricionista, profissional de Educação Física, além da nossa atuação como fisioterapeutas que consiste em prevenir, corrigir e tratar as lesões. A lesão de uma pessoa comum é muito diferente do atleta convencional, e devem ser orientados com instruções e equipamentos adequados”, explanou o foco do minicurso aos estudantes.

Alimentação também o fator de influência para saúde, a nutricionista Geórgia Alencar trouxe contribuições relacionadas aos alimentos funcionais nas doenças metabólicas. Ela falou que a incidências de doenças metabólicas como diabetes, hipertensão, colesterol alto, estão muitos presentes na sociedade, que são adquiridas em boa parte pela alimentação. “As doenças metabólicas surgem com o tempo, por maus hábitos alimentares, cerca de 35% dessas doenças é devido a isso. O minicurso vem orientar a questão desses alimentos para prevenção de doenças metabólicas”, relatou.

O Simpósio continuará a programação com minicursos, palestras e mesas-redondas. A presidente discente do evento, Valéria Monteiro, informa que a abertura oficial será nesta sexta (11) no Auditório do CCS às 18h30, com a mesa redonda sobre Traumatismo Craniano Encefálico com profissionais do Hospital de Urgência de Teresina (HUT). “O evento é bem amplo, que não se restringe só aos profissionais de saúde, pois serve para a população se conscientizar, aprender mais sobre a saúde do homem, afinal todo

Comentários

Matérias Relacionadas