Educação

Uespi e Fapepi tratam da criação de Núcleo de Energia Solar

As instituições irão trabalhar em conjunto durante produção e execução de projetos visando colaborar com o atual cenário.
Fonte: CCOM | Editor: Redação 01/06/2017 11:15
UESPI UESPIFoto: Reprodução

A Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e Fundação de Amparo a Pesquisa do Piauí (Fapepi) iniciaram conversa sobre a elaboração de projetos voltados ao desenvolvimento de energia solar no Piauí. O primeiro contato formal entre as partes para tratar do assunto foi nessa quarta-feira (31), em reunião realizada na Reitoria da Uespi (Campus Torquato Neto), onde estiveram presentes o reitor da instituição, Nouga Cardoso; a vice-reitora da IES, Bárbara Melo; e o diretor científico da Fapepi e representante do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Energia Solar do Piauí (Gipes), Albemerc Moura.

Atendendo solicitação do governador Wellington Dias, as instituições passarão a trabalhar em conjunto durante produção e execução de projetos de pesquisa e extensão visando colaborar com o atual cenário de consolidação do uso da energia solar, assim como de outras energias renováveis no estado do Piauí. A capacitação de alunos para atuação no campo da energia solar, e posteriormente em energia eólicas e outras, também é um dos objetivos.

“A minha missão é colaborar com a criação de um grupo na Uespi, com o apoio do Gipes para desenvolvermos uma ação institucional visando não só o desenvolvimento de pesquisa e extensão na área de solar, mas também de outras energias renováveis. Dentro desse programa, apresentaremos uma proposta de uso de energia solar na Uespi, primeiramente no Campus Torquato Neto, para a redução nos custos com energia elétrica do prédio e de formação de mão de obra para essas áreas”, disse Albemerc.

Nouga destacou que será criada uma comissão de professores de diversas áreas que começará a estudar e definir propostas de ações que possam vir a colaborar com o projeto. “Para essa parceira, vamos pensar em formatar também um edital que contemple professores de diversas áreas. Assim, trabalhamos dentro de uma política multidisciplinar, que fomentem pesquisas de diversos aspectos para o desenvolvimento de energias renováveis no estado do Piauí”, afirmou o reitor.

Os próximos passos serão dados no sentido de agilizar o texto dos projetos e a discussão sobre o levantamento de recursos junto ao Governo do Estado e empresas privadas.

Comentários

Matérias Relacionadas