Polícia

Trio é preso quando sacava R$ 97 mil em banco no Centro de Teresina

Os homens são suspeitos de estelionato
Fonte: Polícia Civil | Editor: Alinny Maria 05/12/2018 09:01
Dinheiro recuperado Dinheiro recuperadoFoto: Polícia Civil

Três homens foram presos em flagrante na tarde dessa terça-feira (4) quando sacavam R$ 97 mil na Caixa Econômica da Praça Rio Branco, no Centro de Teresina. Os homens são suspeitos de estelionato.

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos começaram a ser monitorados após realizar uma transação suspeita em uma agência de outro banco. Eles são proprietários de uma empresa laranja e usaram o CNPJ para fazer a movimentação do dinheiro. Dois dos suspeitos são pai e filho.

Segundo o chefe de investigação do 6º Distrito Policial, Joatan Gonçalves, como o valor era muito alto, só poderia ser movimentado por uma empresa. O primeiro caso ocorreu no banco Santander, então o gerente do banco comunicou o caso à polícia, que iniciou as investigações.

Os presos foram identificados como Antonio Aragão e Ticiano Macedo, pai e filho, e o terceiro se identificou como David de Sousa Martins. Para a polícia, David disse que é hacker e que já movimentou dinheiro de outras contas.

“Os empresários receberiam R$ 15 mil para sacar o valor total e repassar em diversas quantias para outras contas”, disse o investigador Joatan Gonçalves.

Foram sacados R$ 87 mil em dinheiro e R$ 10 mil fruto do pagamento de um boleto. Os três suspeitos foram levados para a Central de Flagrantes de Teresina e deverão responder pelo crime de estelionato.

A defesa de David disse na delegacia que seu cliente é inocente e que desconhece a confissão dele. O advogado disse ainda que o dinheiro não estava sendo depositado na conta de seu cliente, mas sim dos outros dois que foram trazidos para a delegacia.

Comentários