Geral

TJ antecipa julgamento de soldado que matou PM na frente do filho

O julgamento seria no dia 18 de junho e agora será dia 17 de maio
Fonte: TJ-PI | Editor: Alinny Maria 10/04/2019 09:43
Cabo Samuel Borges foi morto na frente do filho Cabo Samuel Borges foi morto na frente do filhoFoto: PM-PI

Foi antecipada para o dia 27 de maio a audiência de instrução e julgamento do soldado Francisco Ribeiro dos Santos Filho, da Polícia Militar do Maranhão, autor dos disparos que matou o cabo da Polícia Militar do Piauí Samuel de Sousa Borges no dia 1º de fevereiro deste ano na zona Leste de Teresina.

A audiência estava marcada para o dia 18 de julho e o juiz Antônio Nollêto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri, decidiu antecipar alegando que o réu se encontra preso.

Francisco Ribeiro foi preso logo após o crime. Ele matou o cabo Samuel na frente do filho, quando iria deixar a criança na escola. No julgamento serão ouvidas seis testemunhas pelo Ministério Público e três pela defesa.

Comentários