Esportes

Tive uma carreira de sucesso mas não fui nota 10, afirma Massa

Apesar das dificuldades, Massa disse que espera terminar a prova brasileira em uma "grande posição"
Fonte: Folhapress | Editor: Redação 09/11/2017 12:10
Felipe Massa Felipe MassaFoto: Mark Thompson/Getty Images

Às vésperas de disputar seu último GP Brasil de F-1, o piloto Felipe Massa afirmou nesta quinta-feira (9) que se sente orgulhoso de sua carreira, mas que não se daria uma nota 10 por ela. A prova será realizada no domingo (12), às 14h, no autódromo de Interlagos.

Vice-campeão mundial em 2008, quando ainda corria pela Ferrari, o brasileiro disse lamentar nunca ter conquistado um título.

"[Nota] 10 é quando você ganha um campeonato ou mais. Eu diria que tive uma carreira de muito sucesso, que nunca pensei que alcançaria quando era criança, porque a F-1 era sonho poder ganhar prova, brigar pelo campeonato", comentou o piloto da Williams, de 36 anos.

Em seguida, ele reiterou que sua trajetória na categoria foi satisfatória. O paulista chegou a se despedir da categoria no ano passado, mas voltou a correr porque uma vaga foi aberta na Williams para esta temporada.

"[Notas] 7, 8, 9, não importa. Estou orgulhoso do que consegui, muito orgulhoso do que fiz e das pessoas que conheci. As pessoas me respeitam", afirmou o piloto, que venceu duas vezes em Interlagos, em 2006 e 2008.

Massa conquistou 36 pontos neste ano, mas julga que o desempenho poderia ter sido melhor. Além do GP Brasil, ele ainda correrá a etapa de Abu Dhabi, esta sim a última prova de sua carreira.

"Não tive grandes momentos, para ser honesto. O jeito que começamos a temporada não é como terminamos a anterior. Infelizmente, não marquei pontos em algumas corridas, não por minha culpa, mas sim por culpa do carro. Esperava ter sido mais competitivo. Mas foi uma temporada que aproveitei", observou.

Apesar das dificuldades, Massa disse que espera terminar a prova brasileira em uma "grande posição".

"No ano passado não completei, mas aconteceu algo muito diferente, que não pensava que aconteceria, que foi sentir todo o calor humano. O que tive no último ano foi mais que o suficiente, o que espero agora é terminar a prova", disse.

Comentários

Matérias Relacionadas