Política

Themístocles agradece João Henrique por sair da disputa

"Ficou tudo mais calmo, mais tranquilo", avalia o presidente da Assembleia Legislativa
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alinny Maria 09/03/2018 10:14
Themístocles Filho com Wellington Dias Themístocles Filho com Wellington DiasFoto: João Albert/PK

Se havia alguma discordância em relação à presença do MDB no palanque de Wellington Dias (PT), essa divergência já não existe mais. A não ser que aconteça o que alerta o ex-ministro João Henrique Sousa, de que o govenador Wellington Dias pode mudar de ideia e lançar outro nome como candidato a vice-governador, indicação pleiteada pelo presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Filho. O deputado foi às TVs agradecer a decisão de João de retirar sua candidatura em apoio à sua indicação como vice na chapa majoritária.

"Só tenho a agradecer porque facilitou. A disputa dentro do diretório estadual do MDB não era boa. Agora não vai ter mais essa disputa entre a gente. Ficou mais calmo, mais tranquilo", avaliou Themistocles Filho, em entrevista nesta sexta-feira (9).

Questionado sobre quando os partidos aliados vão definir os nomes dos candidatos majoritários, Themísrtocles Filjho sugeriu o 7 de abril – data limite para a troca de partidos de acordo com a Lei das Eleições. "Acredito que dia 7 [de abril] é uma data que todo mundo vai saber aonde cada cidadão vai estar filiado. A partir desse momento, o governador vai saber onde todo mundo vai estar. Temos que aguardar um pouco. A quem o governador e nós temos que agradar é o povo", opina.

Sobre a candidatura do MDB a Presidência da República, Themístocles Filho afirmou que não há nada definido no partido sobre essa assunto. E que o melhor é ficar calado. “Não sei nem se [Temer] vai ser candidato. O MDB pode, inclusive, indicar o vice de outro candidato à Presidência da República. Acho melhor ficar calado para aguardar os acontecimentos", desconversou.

Comentários