Política

TCE-PI libera verbas do Fundef da Prefeitura de Teresina

Relator Kennedy Barros decidiu pela legalidade da operação da prefeitura
Fonte: Paulo Pincel 09/11/2017 13:19
Reunião do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Piauí Reunião do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do PiauíFoto: Paulo Pincel

Por 4 votos contra 1, o Tribunal de Contas do Estado decidiu pela legalidade da liberação dos precatórios do Fundo de Desenvolvimento da Educação e Valorização do Magistério (Fundef) da Prefeitura de Teresina.

O relator da denúncia, protocolada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de Teresina, conselheiro Kennedy Barros, decidiu pela legalidade da operação feita pela Prefeitura de Teresina, sem seguido pelos conselheiros Jaylson Campelo, Kléber Eulálio e Abelardo Vila Nova. A conselheira Waltânia Alvarenga votou a favor do bloqueio da conta. O conselheiro Luciano Nunes foi impedido de votar por ser tio da procuradora-gferal do Município, advogada Georgia Nunes.

"Eu me abstrai de fazer essa discussão pela simples razão de que quem decidiu pela liberação foi a Justiça Federal, que também acordou com a antecipação, tendo manifestação favorável do Ministério Público Federal. O Banco do Brasil também ouviu o Tesouro Nacional. Eu não posso ver que teve má fé nisso".

Reunião do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Piauí

Conselheiro Luciano Nunes, do TCE-PI

Reunião do Pleno do Tribunal de Contas do Estado do Piauí [Fotos: Paulo Pincel]

Comentários