Cidade

Strans faz ajustes nos semáforos do bairro Porto Alegre

As alterações visam aumentar a segurança dos pedestres e fluidez no trânsito da área
Fonte: PMT | Editor: Redação 24/01/2019 14:06
Semáforo SemáforoFoto: Exame

A partir de sábado (26), serão alterados os funcionamentos de dois semáforos na Avenida Ayrton Senna, um no cruzamento com a Rua Delegado Félix Dias e o outro no cruzamento com a Rua Brasiléia, ambos na zona Sul da cidade. As alterações nos equipamentos visam aumentar a segurança dos pedestres e fluidez no trânsito da área.

De acordo com o diretor de Trânsito e Sistema Viário, José Falcão, a movimentação na Avenida Ayrton Senna é muito grande, por isso, após a implantação de um semáforo veicular, foi percebida a necessidade de um tempo exclusivo para pedestres e ainda o ajuste em outro equipamento que ficava em um cruzamento próximo.

“Os equipamentos irão proporcionar mais segurança para as pessoas que circulam nesses cruzamentos todos os dias, mas precisamos que os condutores respeitem os semáforos, pois somente assim iremos garantir a segurança de todos”, acrescentou.

Falcão alerta que, nos primeiros dias de funcionamento, os agentes de trânsito estarão no local para orientar tantos os condutores como quanto os pedestres. “Os agentes de trânsito farão, nos primeiros dias de funcionamento dos semáforos para pedestre”, disse.

Para o presidente da Associação de Moradores Portoalegrenses (AMPA), Ezequias Pereira Lopes, o semáforo na Avenida Ayrton Senna é uma reivindicação dos moradores que trouxe uma melhor fluidez no trânsito “Percebemos uma melhoria muito grande no fluxo dos veículos, mas percebemos que estava muito perigoso para os pedestres, por isso pedimos o semáforo e conseguimos”, disse.

Ezequias ressalta que muitos acidentes já aconteceram no cruzamento, inclusive, um atropelamento com morte. “Ficamos muito felizes com a implantação desses semáforos, que vão proporcionar segurança para todos nós. Esperamos ainda que seja colocado um redor de velocidade e ainda pedimos que sejam feitas ações de fiscalização”, concluiu.


Comentários