Geral

Único sobrevivente da colisão entre carros de luxo nega racha

O delegado ressalta que ainda ouvirá as pessoas que apareceram nas imagens antes do acidente
Fonte: Polícia Civil | Editor: Alinny Maria 05/04/2018 10:36
O que sobrou de um dos veículos,  que incendiou após a colisão O que sobrou de um dos veículos, que incendiou após a colisãoFoto: WhatsApp

O único sobrevivente do acidente entre dois carros de luxo na BR-343, em Campo Maior, o empresário João Alves Neto, 33 anos, prestou depoimento na Delegacia Geral em Teresina. O empresário disse que não houve racha.

Ao delegado Carlos André, o motorista do Volkswagen New Beetle revelou que a BMW bateu na traseira de seu carro, fazendo com que perdesse o controle da direção. “Ele [João Neto] disse que não houve um racha, era apenas um passeio que eles sempre faziam”, diz o delegado.

João Luiz e Pedro Barbosa Segundinho e Pedro morreram no acidente

O delegado ressalta que ainda ouvirá as pessoas que apareceram nas imagens antes do acidente. O laudo da perícia, que ainda não foi divulgado, também será analisado. Imagens cedidas pela Polícia Rodoviária Federal mostram que os ponteiros dos veículos travaram em alta velocidade.

BMW trafegava em 220 km
Painel do New Beetle

Comentários