Economia

Sistema Eletrônico de Informação vai gerar economia de R$ 10 milhões para o Estado

O SEI vai permitir vai garantir mais modernização e desburocratização de processos no estado
Fonte: Governo do Piauí | Editor: Redação 28/02/2019 14:51
Lançamento do Sistema Eletrônico de Informação Lançamento do Sistema Eletrônico de InformaçãoFoto: Reprodução

Pelo menos R$ 10 milhões serão economizados com o novo Sistema Eletrônicos de Informação – SEI lançado hoje (28) pelo governador Wellington Dias. Nos próximos meses‬, milhares de processos que tramitam anualmente na estrutura administrativa do Executivo Estadual passarão a ser digitais. O processo iniciará em quatro órgãos: Secretaria da Administração e Previdência, Agência de Tecnologia da Informação, Procuradoria Geral do Estado e na Controladoria Geral do Estado.

"O objetivo é seguir modernizando serviços para a população e desburocratizar o andamento de processos. Por outro lado, uma forma de dar mais transparência na gestão pública. Aquilo que antes era na base do ofício e do papel, será feito agora tudo por um sistema integrado com uso de uma tecnologia transparente e moderna", explica o chefe do executivo estadual.

Para o diretor-geral da ATI, Avelino Medeiros, será um impacto no corte de custos. “Será uma mudança significativa para a economia, teremos uma economia igual ou superior a R$ 10 milhões por ano, seja do ponto de vista de equipamentos, insumos, impressoras, papel e também em relação a pessoal. Muitos departamentos envolvem uma quantidade grande de servidores para que o trâmite de documentação aconteça. Esse modelo será substituído pelos documentos eletrônicos. Então naturalmente irá impactar no corte de custos. Além disso vai melhorar a transparência e como esses processos tramitam”, disse.

“É de conhecimento de todos nós que trabalhamos no serviço público o grande número de processos que passam pelas mesas no dia a dia. Alguns processos passam por diversos setores e isso faz que com que a entrada de uma determinada demanda demore muito. Com o SEI um processo pode ser acompanhado, por exemplo, pela superintende e pela diretora financeira, ao mesmo tempo. Teremos uma grande economia de tempo e, por consequência, mais agilidade na solução de demandas”, disse Janaina Mapurunga, Superintendente da Escola de Governo.

Para Ricardo Pontes esta é mais uma etapa do processo de modernização do Estado e trará mais eficiência, agilidade, transparência e economia, considerando os gastos com material de expediente, despesas com transporte de processos, digitalização de documentos e tempo gasto. “O sistema será importantíssimo para dar maior agilidade nos processos de trabalho, como: fluxo de obras, compras, licitações e contratos, trazendo também resultados importantes para a sociedade.

Após esse processo inicial, o sistema se estenderá a todos os órgãos. A SEADPREV e a ATI são os órgãos responsáveis pelo processo de implantação do SEI, cumprindo metas e prazos. “O SEI será implantado agora após o carnaval. Nós já treinamos toda equipe, adquirimos o sistema e equipamentos estamos aptos para iniciar o trabalho”, disse o secretário de Administração Ricardo Pontes.

Comentários

Apoio: