Geral

Sintetro diz que vai processar dono da Transcol por calúnia

O empresário disse que sofreu ameaças de membros do Sindicato e posteriormente os ônibus foram incendiados
Fonte: Redação Piauí Hoje 11/03/2019 12:47
Ônibus incendiado na noite de quinta-feira Ônibus incendiado na noite de quinta-feiraFoto: Reprodução

O caso de incêndios a ônibus em Teresina além de amedrontar a população, está causando confusão entre o dono da empresa Transcol, que teve os dois ônibus queimados na semana passada, e o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários (Sintetro).

Ainda não se sabe quem são os responsáveis pelo ataque aos ônibus em Teresina. A Secretaria de Segurança Pública investiga se há envolvimento de alguma facção criminosa, mas também apura as denúncias do proprietário da Transcol. O empresário Edmilson Carvalho disse que recebeu ameaças de membros do Sintetro dias antes dos incêndios.

Segundo o presidente do Sintetro, Fernando Feijão, a assessoria jurídica do Sindicato esteve reunido com os membros e ficou decidido que o proprietário da Transcol será processado por calúnia e difamação.

Feijão garante que não houve ameaças por parte do Sindicato e que Edimilson Carvalho terá que provar. O dono da Transcol também é presidente do Setut.

Comentários

Apoio: