Brasil

Sest Senat financia 60 mil carteiras de motorista para o setor de tran

sest/senat carteiras
Fonte: sest/senat 08/11/2014 09:01 - Atualizado em 29/10/2016 18:43
Motoristas fizeram \"operação tartaruga\" contra licitação dos ônibus e com o apoio dos patrões Motoristas fizeram \"operação tartaruga\" contra licitação dos ônibus e com o apoio dos patrõesFoto: Luiz Brandão
Os projetos CNH Social e Habilitação Profissional para o Transporte - Inserção de Novos Motoristas, desenvolvidos pelo Sest Senat, vão contribuir para a atração de 60 mil novos motoristas profissionais ao mercado, a partir de 2015. A iniciativa, proposta pelo presidente da CNT e do Sest Senat, Clésio Andrade, tem como objetivo suprir a demanda do setor, que hoje é de cerca de 100 mil profissionais, para atuar tanto na área de cargas como na de passageiros.

O Sest Senat vai custear todas as etapas para os motoristas trocarem a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para as categorias C, D e E. Também não terão custo nenhum os jovens que não possuem CNH e querem tirar a 1ª habilitação, como uma primeira medida para atuar nesse setor. Em 2015, a mudança gratuita de categoria deve ocorrer para 30 mil motoristas e outros 30 mil terão sua primeira habilitação também gratuitamente.

"Os projetos contribuem para aumentar as possibilidades de emprego e renda para essas pessoas e para disponibilizar mais motoristas profissionais no país. Queremos atrair o jovem para essa profissão tão importante e despertar o interesse naquelas pessoas que já dirigem", diz Clésio Andrade. O Sest Senat vai investir R$ 140 milhões nos dois projetos, nos próximos seis meses.

Comentários

Matérias Relacionadas