Polícia

Servidor da SEFAZ é preso após receber R$ 20 de propina

A PRF constatou que o peso da carga era superior ao registrado na nota fiscal
Fonte: PRF | Editor: Alinny Maria 20/02/2018 09:40
O servidor e o caminhoneiro foram presos O servidor e o caminhoneiro foram presosFoto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite dessa segunda-feira (19), um servidor terceirizado da SEFAZ e um caminhoneiro no Posto da SEFAZ, situado na BR 316, km 00, em Teresina. Segundo a PRF, ambos cometeram corrupção durante procedimento de passagem do veículo de carga. O funcionário da Sefaz recebeu R$20 do caminhoneiro para adulterar o peso de da mercadoria.

Os policiais abordaram o veículo de placa PCR1921/PE transportando carga de madeira serrada, oriunda do Pará com destino a Paraíba, quando solicitada a documentação, o condutor apresentou o Termo Fiscal emitido pela SEFAZ/PI com peso total de 25.900kg, nota fiscal e guia florestal para 20.05 metros cúbicos de madeira.

Suspeitando que a informação do peso no Termo Fiscal estava inferior ao que realmente era transportado, os policiais resolveram realizar uma nova pesagem, sendo o veículo encaminhado para a balança do Posto SEFAZ/PI, quando se constatou o peso de 35.920kg, mais de 10 toneladas superior ao existente no Termo Fiscal emitido anteriormente.

O condutor, ciente do peso que transportava, realizou um pagamento ao servidor terceirizado responsável pelo registro da pesagem, para que emitisse o documento informando uma quantidade de peso bem inferior. Assim os demais fiscais não teriam como intervir.

Após a PRF realizar os procedimentos, os fiscais procederam a emissão de um novo Termo Fiscal com a pesagem correta, cancelando o documento anterior. Com isso, foi constatado que houve crime e tanto o condutor quanto o servidor foram detidos e encaminhados a Central de Flagrantes para os procedimentos legais cabíveis.

Comentários