Política

Senadores e deputados de vários partidos foram à APPM

Oposição a governo Wellington Dias considerou evento "politicagem eleitoreira"
Fonte: Paulo Pincel | Editor: Alliny Maria 28/02/2018 21:00
Solenidade na APPM Solenidade na APPMFoto: Jorge Bastos

As críticas da oposição não tiveram eco no auditório da Associação Piauiense de Municípios onde o governador Wellington Dias recebeu do presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occi, a boa notícia da liberação de R$ 315 milhões para obras no Piauí.

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, também anunciou recursos para obras de mobilidade e para programas habitacionais, como o Programa de Habitação Rural e o Cartão Reforma. "Esse cartão é um programa muito importante, porque muda a vida das pessoas mais carentes. Temos essa parceria importante com os Estados e municípios, melhorando a vida das cidades”.

"São áreas importantes que vão atender os interesses da população. São liberações de programas de investimentos de mobilidade. Mobilidade de municípios com investimentos", avaliou Wellington Dias.

Após a solenidade, que reuniu prefeitos, senadores, deputados federais, estaduais, prefeitos e vereadores de vários partidos, o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, minimizou as críticas da oposição de que o evento era “eleitoreiro”.

"Se for errado trazer recursos para o Piauí eu tenho orgulho disso. Nós temos orgulho do trabalho feito. Ajudamos o Piauí a crescer", ironizou o senador, que foi chamado de “Silvio Santos” do Piauí pelo líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios.

A vice-governadora Margarete Coelho também não deu importância às críticas dos opositores do atual governador ao senador Ciro Nogueira e ao presidente da Caixa, Gilberto Occi. "O senador tem o trabalho reconhecido no Piauí. Os prefeitos reconhecem isso. O governador Wellington e o prefeito Firmino também. As críticas da oposição são compreensíveis, mas é inegável o trabalho feito por Ciro em benefício do Piauí", destacou Margarete Coelho.

Além dos desses, prestigiaram a solenidade que marcou a reativação do Cartão Reforma, o senador Elmano Ferrer, deputados federais Átila Lira, Júlio Cesar, Mainha, Paes Landim, prefeito de Teresina Firmino Filho e outros.

Comentários