Cidade

Semam distribui 500 mudas de plantas em assentamento na zona Norte

As mudas de árvores serão inseridas como forma de compensação ambiental
Fonte: Prefeitura de Teresina | Editor: Redação 24/02/2018 16:39
Mudas de Planta Mudas de PlantaFoto: prefeitura.sp.gov.br

Na manhã de hoje (24), as famílias que residem na Ecovila Dandara dos Cocais, localizada nas proximidades do Residencial Jacinta Andrade, zona Norte de Teresina, participaram de uma atividade voltada para distribuição de 500 mudas de plantas e material educativo sobre diversas temáticas ambientais. A ação, articulada pela Associação de Moradores Zumbi dos Palmares, entidade representativa dos moradores do assentamento, contou com o apoio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semam), através do Núcleo de Educação Ambiental (NEA).

Durante a atividade, os moradores iniciaram o plantio das mudas de cajueiro, espécie frutífera que também contribuirá com a sustentabilidade econômica das famílias residentes naquela ocupação. As árvores entregues à comunidade serão inseridas na área do assentamento como forma de compensação ambiental, sendo resultado de uma medida compensatória estabelecida pelo órgão municipal a uma construtora que está implantando um loteamento naquela região.

O secretário executivo da Semam, Claudinei Feitosa, explica que os empreendedores do setor da construção civil têm tido a preocupação em cumprir com as medidas de reposição de vegetação e que o órgão tem supervisionando cada uma dessas determinações.

“Uma empresa que está instalando um loteamento nessa região foi chamada pela Semam para compensar as árvores retiradas para a instalação do empreendimento residencial. Neste caso, a gente uniu o útil ao agradável, determinando que essas árvores, entregues pela construtora a Semam, fossem destinadas ao assentamento Dandara dos Cocais, que fica próximo ao loteamento em questão e que possui um projeto de produção de caju”, esclarece.

“Essas mudas vão contribuir bastante com um projeto nosso chamado Teia Produtiva, que é um projeto de produção bem maior que estamos pretendendo desenvolver com as famílias que moram nessa comunidade. Ficamos muito felizes pela Semam ter atendido essa solicitação, feita oficialmente pela Obra Kolping no Piauí. A Secretaria tem sido sensível às nossas causas, sempre procurando nos apoiar e acompanhar”, destaca Anísia Teixeira, uma das lideranças comunitárias envolvidas na realização da atividade.

Comentários