Política

Sem bancar desfile, Firmino diz que blocos viraram tradição

"Os teresinenses mostraram que os blocos de rua viraram tradição", disse o prefeito
Fonte: Paulo Pincel 05/03/2019 14:14
Firmino Filho caiu na folia no Pinto do Morada Firmino Filho caiu na folia no Pinto do MoradaFoto: PMT

Com o fim dos desfiles das Escolas de Samba na Avenida Marechal Castelo Branco, os moradores de Teresina que não viajaram para o interior tiveram que se virar nos bares e restaurantes que investiram em música ao vivo ou nos vários blocos que receberam ajuda de custo da Prefeitura de Teresina para alegrar quem decidiu permanecer na capital.

"Os teresinenses mostraram que os blocos de rua viraram tradição. A gente vê que muitas pessoas ficaram em Teresina e prestigiam o nosso carnaval. Esse ano, a Prefeitura apoiou mais de 20 blocos, que fizeram sua festa em vários pontos da cidade. Um carnaval descentralizado, mas, nem por isso, menos animado", avaliou o prefeito de Teresina, Firmino Filho, que esteve em vários blocos neste Carnaval.

O presidente da Fundação Municipal Monsenhor Chaves, Luís Carlos Alves, revfelou que a PMT investiu R$ 127 mil nos blocos, além de apoio para montagem de estrutura, como palcos e banheiros químicos.
Hoje, desfilam os Bloco Rapazes Alegres (em frente o Palácio da Música), Bloco da Batata (Bairro Mafrense), Tome Dalila (Bairro Mafrense), Tomar Gagu ( Bairro Parque Piauí), Batatinha do Louah (Bairro Jochey Club, Mela Mela Xarobá ( Bairro Planalto Ininga), Bloco Kebra Kabaça ( Dirceu I) e Barão de Itararé (Bairro Dirceu I).

Comentários

Apoio: