Política

Secretário expõe a situação da saúde no Estado durante audiência pública

Florentino Neto participou de audiência pública na Assembleia Legislativa
Fonte: Alepi | Editor: Paulo Pincel 29/11/2018 17:36
Reunião da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa Reunião da Comissão de Saúde da Assembleia LegislativaFoto: PAULO PINCEL/PH

O secretário estadual de Saúde, Florentino Neto, disse, hoje (29), que o Governo do Estado fará novos investimentos para melhorar os serviços de saúde prestados à população. O anúncio foi feito durante audiência pública na Comissão de Saúde, Educação e Cultura da Assembleia Legislativa. Ele afirmou que serão construídos uma nova maternidade em Teresina e o novo hospital de Picos, que terá investimentos de R$ 35 milhões.

Florentino Neto compareceu à audiência pública atendendo requerimento apresentado pelo deputado Gustavo Neiva (PSB), que pediu esclarecimentos sobre a situação da saúde no Piauí. A audiência pública foi presidida pelo deputado Júlio Arcoverde(PP) e contou com a presença dos deputados Gustavo Neiva, Fábio Novo (PT), Francisco Limma (PT), líder do Governo, Marden Menezes (PSDB), Georgiano Neto (PSD), Janaína Marques (PTB), Rubem Martins(PSB) e Gessivaldo Isaias (PRB).

Ao iniciar sua exposição, Florentino Neto afirmou que, seguindo as determinações do governador Wellington Dias, os serviços de saúde foram descentralizados evitando que milhares de pacientes se desloquem a Teresina em busca de assistência médico-hospitalar. Ele declarou que os parlamentares piauienses têm destinado um grande volume de recursos através de emendas orçamentárias para melhorias na saúde piauiense.

De acordo com o secretário de Saúde, somente o senador Ciro Nogueira (PP) destinou este ano uma emenda de R$ 6 milhões para a reforma do Hospital Infantil Lucídio Portella. “Em relação à nova maternidade de Teresina, estamos preparando para a realização da licitação para contratação da construtora, a fim de que esta obra seja iniciada o mais rápido possível”, acrescentou ele.

Florentino Neto declarou que, dentre outras realizações, a Secretaria de Saúde implantou mais 67 leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), criou Centros de Parto Normal em Teresina e no interior, bem como Casas de Gestante em Teresina, Parnaíba e Floriano. Ele frisou que mais de 10 mil pessoas foram atendidas pelos mutirões de catarata e foi ampliada a assistência aos recém nascidos que sofrem de cardiopatia congênita. Após a exposição, o secretário respondeu aos questionamentos dos parlamentares presentes à audiência pública.

Comentários